MP apura uso indevido de produtor por cooperativa

O Ministério Público (MP) de Teutônia, no Vale do Taquari, investiga suposto golpe envolvendo criação de cooperativa.
O nome de mais de mil produtores rurais teria sido usado sem consentimento. A suspeita é de que a associação tenha sido forjada para fornecer merenda escolar. O caso foi denunciado pelo Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Teutônia após o nome da cooperativa chamar a atenção nos processos de compra e venda de merenda.
O endereço da sede da cooperativa, em Fazenda Vilanova, que consta no cadastro da Receita Estadual não existe. É apresentado pela associação um outro endereço. Mas no local há uma indústria de produtos químicos. A cooperativa tem contrato desde 2010 para fornecer ao município alimentos para cinco escolas.
– Vamos analisar se anularemos o processo – afirmou José Luís Cenci, prefeito de Fazenda Vilanova.
simone.wobeto@rbstv.com.br

SIMONE WOBETO | RBS TV DOS VALES

Fonte: Zero Hora

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *