Motorista que atropelou grupo de ciclistas vai a júri popular

Ricardo Neis vai responder por 17 tentativas de homicídio em Porto Alegre

Ricardo Neis vai responder por 17 tentativas de homicídio<br /><b>Crédito: </b> CP Memória / CP

Ricardo Neis vai responder por 17 tentativas de homicídio
Crédito: CP Memória / CP

O motorista que atropelou um grupo de ciclistas em fevereirro de 2011, em Porto Alegre, vai a júri polular. A decisão foi tomada ontem pela  juíza Carla Fernanda De Cesaro, da 1ª Vara do Júri da Capital, e confirmada nesta sexta-feira pelo Tribunal de Justiça do Estado (TJ/RS). O funcionário do Banco Central, Ricardo Neis, responderá por 17 tentativas de homicídio qualificadas.
Os ciclistas, que pertencem ao grupo Massa Crítica, foram atropelados por um Golf preto pouco depois das 19h do dia 25 de fevereiro do ano passado, na esquina das ruas José do Patrocínio e Luiz Afonso, no bairro Cidade Baixa. O motorista, Ricardo Neis, fugiu do local. 
Neis se apresentou três dias depois, alegando legítima defesa. Denunciado pelo Ministério Público por tentativa de homicídio, o funcionário do Banco Central foi internado por um tempo em uma clínica psiquiátrica, na zona Sul, e chegou a ficar alguns dias detido, mas acabou conquistando, em março do mesmo ano, junto ao TJ, o direito de responder ao processo em liberdade.
Na denúncia, a promotora Lúcia Helena Callegari sustentou que, ao acelerar o automóvel contra as vítimas, Neis ocasionou lesões corporais comprovadas por boletins de atendimento médico. Conforme a promotora, os crimes foram praticados por motivo fútil, tendo em vista que o denunciado queria acelerar seu veículo e "demonstrou extremo egoísmo e individualismo". Em sua defesa, através de advogados, ele alegou que teria sofrido agressões de integrantes da manifestação e, por isso, decidiu acelerar.
Em dezembro passado, um grupo de ciclistas do Massa Crítica realizou um protesto em frente ao Foro Central de Porto Alegre. Neste dia, Ricardo Neis foi interrogado dentro do processo penal. Quatro testemunhas arroladas pela defesa também prestaram depoimento.
O grupo Massa Crítica é um movimento que existe em diversas capitais do mundo e procura conscientizar a população sobre os benefícios do uso da bicicleta como meio de transporte. Toda última sexta-feira do mês, os integrantes se reúnem para uma pedalada na Capital.

Fonte: Correio do Povo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *