Morre o empresário Raul Randon

Morre o empresário Raul Randon

Raul Randon Foto: Divulgação

Morreu na noite deste sábado (3), em São Paulo, o empresário caxiense Raul Anselmo Randon, 88 anos. Ele estava internado na capital paulista já há alguns dias. Randon, um dos ícones do desenvolvimento econômico de Caxias do Sul e do Brasil, nasceu no dia 6 de agosto de 1929, em Tangará, interior de Santa Catarina. Os pais, Elisabetha e Abramo Randon, descendentes de italianos, eram de Caxias do Sul, mas tinham ido ao estado vizinho em busca de oportunidades de trabalho. Quando tinha dez anos de idade, Raul voltou com a família para Caxias. Aos 14 ele começou a trabalhar na ferraria que pertencia ao pai dele, o que fez tomar o gosto pelo trabalho.

Após o serviço militar, abriu uma pequena fábrica de máquinas tipográficas, aberta junto com o irmão Hercílio e por um amigo. Essa empresa, no entanto, foi destruída em um incêndio. Os irmãos Randon tiveram que recomeçar, e se decidiram abrir uma oficina mecânica, aproveitando a engenhosidade de Hercílio para trabalhar na área. A empresa cresceu a partir do momento em que começou a fabricar freios a ar comprimido para caminhões, um segmento carente de produtos no País. Era o surgimento da Mecânica Randon Ltda, que cresceu no embalo da expansão da indústria automobilística brasileira nas décadas de 1950 e 60.

Com 22 anos de empresa, Na década de 1970, na carona do chamado “milagre brasileiro”, Raul fez a primeira viagem ao exterior. Durante 40 dias, visitou as feiras de Hannover e Milão. Na volta, surpreendeu a todos ao propor um audacioso plano de expansão da empresa. De mil unidades por ano, a capacidade pularia para mil unidades mensais. Os primeiros 40 mil metros da nova fábrica foram inaugurados em 1974.

Fonte : Felipevieira.com