Morre Ary Marimon, ex-presidente da Farsul

Morre Ary Marimon, ex-presidente da Farsul

Ary Mariomon Foto: Fabrício Barreto/Sistema Farsul

A diretoria da Federação da Agricultura do Rio Grande do Sul, Farsul , comunica com pesar o falecimento do seu ex-presidente, Ary Faria Marimon, aos 93 anos, nesta quinta-feira (28/3), em Alegrete.

Nascido em 22 de abril de 1926, em Seival, distrito de Bagé, veio para o Alegrete logo após se formar Engenheiro Agrônomo, pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, em 1952. Engenheiro Agrônomo, concursado, da Secretaria de Agricultura do Rio Grande do Sul, onde atuou até a aposentadoria. Iniciou sua vida como produtor rural em 1955. A primeira plantação foi uma lavoura de trigo.

Foi vereador no Alegrete, por duas legislaturas, entre 1969 e 1972 e 1977 até 1982, tendo sido Presidente da Câmara de Vereadores em 1977. Em 1984 recebeu da Câmara de Vereadores do Alegrete o título de Cidadão Alegretense. Foi um dos fundadores do Sindicato Rural de Alegrete, onde foi membro de diversas diretorias e Presidente em dois mandatos (1981-1983 e 1984 -1986).

Em 2017 foi agraciado com a outorga do título-medalha de Vereador Emérito de Alegrete.

Por quatro mandatos integrou a Diretoria da Federação de Agricultura do Rio Grane do Sul – FARSUL e por duas vezes foi Presidente. Também participou da diretoria da Confederação Nacional da Agricultura do Brasil – CNA. Ary foi vice -presidente, Diretor Secretário e Presidente da Comissão Nacional de Cereais, Fibras e Oleaginosas.

No ano de 1994 foi detentor da Comenda Assis Brasil, recebida do Governo do Estado do Rio Grande do Sul pelos relevantes serviços prestados à agropecuária gaúcha .

Nascido em 22 de abril de 1926, em Bagé, casou em 1953 com Rosélia Rosa Marimon, com quem teve cinco filhos, avô de treze netos e quatro bisnetos.

Engenheiro Agrônomo, também foi presidente do Sindicato Rural de Alegrete. Na política, era filiado ao Partido Progressista, sendo inclusive presidente da sigla em Alegrete. Seu Ary, foi um dos responsáveis por lançar Luis Carlos Heinze na política, e um de seus principais incentivadores. O velório acontece na Funerária Angelus, das 9h às 15h, na rua Daltro Filho, 220, no Alegrete. O sepultamento será no cemitério municipal da cidade.

por Equipe do Site

Fonte : Felipevieira.com