Monsanto e Novozymes anunciam acordo no ramo de agrobiológicos

Peter Foley/Bloomberg / Peter Foley/Bloomberg
"Vamos criar inovação em soluções microbianas para a agricultura", disse o CEO da Novozymes, Peder Holk Nielsen

A americana Monsanto e a dinamarquesa Novozymes anunciaram ontem que firmaram uma aliança de longo prazo para pesquisas e comercialização de produtos de origem microbiana voltados à agricultura. Por meio da BioAg Alliance, ambas vão compartilhar investimentos e estruturas de comercialização nesse ramo. Pelo acordo, que será submetido a órgãos antitruste, a Monsanto vai pagar inicialmente US$ 300 milhões a Novozymes.

Segundo comunicado, a americana, que teve receita líquida de US$ 15 bilhões no exercício 2013, também vai passar a ser responsável pelo marketing do atual portfólio de produtos biológicos da dinamarquesa, cuja receita foi de US$ 120 milhões em 2012. Também será transferida para a responsabilidade da Monsanto grande parte da organização comercial da Novozymes atualmente responsável por esse trabalho.

O diretor de tecnologia da Monsanto, Robb Fraley, disse que o investimento em pesquisa e desenvolvimento nessa área é mais uma "extensão natural" da atividade principal da companhia, especializada em biotecnologia. "A parceria nos possibilitará expandir a plataforma dos nossos produtos biológicos de forma mais completa", afirmou Fraley.

O mercado de "soluções agrobiológicas" tem vendas anuais de US$ 2,3 bilhões e vem crescendo a taxas de 15% ao ano. Essas soluções "microbianas" derivam de vários microorganismos naturais, como bactérias e fungos, e funcionam como um defensivo natural contra pragas e doenças.

"A soma dos conhecimentos da Novozymes e da Monsanto possibilitará a criação de um motor de inovação com um enfoque inédito no processo de transformação de soluções microbianas naturais na agricultura", afirmou o CEO da Novozymes, Peder Holk Nielsen.

A parceria vai ajudar a alavancar os negócios da Monsanto nessa área. No ano passado, a múlti americana introduziu sua plataforma de agricultura biológica e no início deste ano, adquiriu ativos da companhia Agradis.

Os lucros e resultados da comercialização de produtos advindos da aliança serão compartilhados pelas empresas. Por meio da BioAg Alliance as companhias vão também testar e vender produtos biológicos comprados de outros fornecedores.

Na parceria, a Novozymes será responsável por produzir e ofertar soluções microbiológicas para a Monsanto – que, por sua vez, vai liderar testes de campo, registros e comercialização de todos os produtos provenientes da aliança. A expectativa das companhias é que o acordo seja concluído no início de 2014.

© 2000 – 2013. Todos os direitos reservados ao Valor Econômico S.A. . Verifique nossos Termos de Uso em http://www.valor.com.br/termos-de-uso. Este material não pode ser publicado, reescrito, redistribuído ou transmitido por broadcast sem autorização do Valor Econômico.
Leia mais em:

http://www.valor.com.br/agro/3368538/monsanto-e-novozymes-anunciam-acordo-no-ramo-de-agrobiologicos#ixzz2nAGVWF2C

Fonte: Valor | Por De São Paulo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *