Moagem de cana no Centro-Sul é 17,6% menor que em outubro de 2010

Fonte:  Globo Rural

Produtividade também teve queda de 13% em relação ao mesmo período do ano passado

por Globo Rural On-line

  shutterstock

Segundo o relatório divulgado nesta quinta-feira (10/11) pela União da Indústria de Cana-de-Açúcar (Unica) a quantidade de cana-de-açúcar moída pelas unidades produtoras da região Centro-Sul do Brasil na segunda quinzena de outubro totalizou 23,04 milhões de toneladas, número 1,5% menor em relação aos primeiro quinze dias do mês.
Já no acumulado mensal, houve um recuo de 17,6% na comparação com outubro do ano passado. Desde o início da safra, em abril, até 31 de outubro, a moagem somou 459,56 milhões de toneladas. Das 310 usinas em operação na região Centro-Sul, 89 já haviam encerrado suas atividades até a segunda quinzena de outubro. Pelo menos 186 devem finalizar suas operações no decorrer de novembro e apenas 35 unidades deverão seguir moendo em dezembro.

A produtividade agrícola do canavial colhido na região Centro-Sul seguiu em queda. De acordo com os dados divulgados pelo Centro de Tecnologia Canavieira (CTC), o rendimento agrícola atingiu 60,80 toneladas de cana-de-açúcar por hectare em outubro, cifra 13% menor que a alcançada em outubro do ano passado.

Do volume total de matéria-prima processada de abril até 31 de outubro, 51,58% destinou-se à produção de etanol. O destaque coube à produção de etanol anidro, que desde o início da safra até outubro totalizou 7,49 bilhões de litros, número que supera o volume produzido na safra 2010/2011. Já a produção de açúcar apontou queda: somou 29,23 milhões de toneladas, contra 30,54 milhões de toneladas em igual período de 2010. O volume de etanol hidratado também apresentou retração, 29,02% na comparação com o mesmo período da safra anterior.

Vendas de etanol

As vendas de etanol pelas unidades produtoras da região Centro-Sul somaram 1,70 bilhão de litros em outubro, 26,23% abaixo da registradas no mesmo mês de 2010. Deste total, 13,84% (235,86 milhões de litros) destinaram-se às exportações e 1,47 bilhão de litros ao mercado interno.

De abril até 31 de outubro, foram vendidos 12,74 bilhões de litros de etanol, 18,56% abaixo do total verificado em igual período de 2010. Deste volume, 4,66 bilhões de litros correspondem ao etanol anidro (volume 10,30% maior quando comparado ao ano anterior), enquanto 8,08 bilhões de litros referem-se ao etanol hidratado. As vendas de etanol carburante representam mais de 95% do montante total comercializado até o momento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *