Ministro da Agricultura pede mais R$ 390 milhões para cafeicultores

Recurso será usado para financiar pagamento de subsídios aos produtores.
CMN já havia autorizado montante de R$ 3,16 bilhões do Funcafé.

O ministro de Agricultura, Antônio Andrade, disse nesta terça-feira (25) que o Conselho Monetário Nacional (CMN) deve votar na próxima reunião pedido da pasta para autorização de uma linha adicional de R$ 390 milhões aos produtores de café.

O recurso será usado para financiar o pagamento de subsídios aos produtores, por meio do Prêmio Equalizador Pago ao Produtor (Pepro). O dispositivo é acionado sempre que o preço de mercado cai abaixo do patamar mínimo estabelecido pelo governo.

Nos leilões de Pepro, o governo concede uma subvenção econômica (prêmio) ao produtor e/ou sua cooperativa que se disponha a vender seu produto pela diferença entre o valor de referência estipulado pelo governo federal e o valor do prêmio arrematado em leilão. O governo corrigiu o preço mínimo de garantia do café arábica em 17,3% no início de maio, para R$ 307,00 a saca de 60 quilos. Atualmente, o café tipo exportação é negociado por aproximadamente R$ 297 a saca.

O CMN já havia autorizado, em 18 de junho, a utilização dos recursos do Fundo de Defesa da Economia Cafeeira (Funcafé) no montante de R$ 3,16 bilhões em diversas linhas de financiamento.

Fonte: G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *