Ministro da Agricultura defende texto do Código Florestal aprovado no Senado

Mendes Ribeiro Filho afirma que “reza todos os dias” por veto de Dilma a pontos do relatório da Câmara

Ministério da Agricultura

Foto: Ministério da Agricultura

Mendes diz que texto da Câmara ficou pior que o do Senado

O ministro da Agricultura, Mendes Ribeiro, criticou nesta segunda, dia 30, o texto do Código Florestal aprovado na Câmara dos Deputados na semana passada. Ele defendeu o projetoaprovado pelo Senado.

– O texto do Senado foi entendimento mínimo, o Código que foi possível construir, mas Câmara entendeu que precisava avançar um pouco mais. O texto da Câmara ficou, em determinadas situações, no meu ponto de vista, pior do que o do Senado – completou o ministro, sem citar de quais pontos discorda.

Mendes Ribeiro lembrou que o senador Luiz Henrique (PMDB-SC) reapresentou o texto com a versão antiga do Código Florestal no Senado e que o encaminhará à votação, após a presidente Dilma Rousseff analisar o aprovado na Câmara. O ministro disse que não conversou com a presidente sobre o possível veto a pontos do projeto, mas não escondeu sua expectativa.

– Eu rezo todos os dias – disse ele.

Mesmo com a incerteza sobre como ficará o projeto do Código Florestal, Mendes Ribeiro disse que houve um avanço sobre a questão.

– Avançou no que diz respeito à produção com sustentabilidade e um amadurecimento do Brasil. Mas o texto da lei precisa cada vez mais ser aperfeiçoado – apontou.

>>> Leia mais sobre o Código Florestal no site especial

Fonte: Ruralbr |   Agência Estado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *