Ministério da Agricultura registra 16 novas marcas de agrotóxicos biológicos

Governo federal está incentivando o uso desses produtos, por serem menos agressivos que os químicos tradicionais

Luciano Moraes

Foto: Luciano Moraes / Agencia RBS

Atualmente, 88 marcas de agrotóxicos biológicos estão sendo comercializadas

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) tem incentivado o produtor rural a utilizar os agrotóxicos biológicos no combate às pragas nas lavouras. Esses tipos de defensivos são menos agressivos que os químicos tradicionais. Das 16 novas marcas registradas em 2012, 16% foram de agrotóxicos biológicos e 5,6% de químicos. Em 2011, havia somente 41 marcas de biológicos, enquanto que, em 2013, já são comercializados 88 rótulos, número que representa o dobro.
De acordo com o Coordenador-Geral Substituto de Agrotóxicos e Afins, Álvaro Inácio, o registro de produtos biológicos é prioridade do governo federal.
– Esse incentivo busca ampliar o uso de praguicidas desse tipo, além de reduzir o prazo para avaliação dos pedidos de certificação. Se o produto for eficaz e menos tóxico, o agricultor passará a adotá-lo – explicou.
Outro incentivo para o aumento do mercado de pesticidas biológicos foi a produção de alimentos orgânicos. Desde 2010, para estimular ainda mais o setor, o Mapa estabeleceu a venda livre (sem receita agronômica) destes produtos fitossanitários para a agricultura orgânica.
– As exigências da legislação da agricultura orgânica permitiram maior agilidade no registro desses produtos que são menos perigosos para o ser humano – lembrou o coordenador.
Saiba mais

Para registrar um agrotóxico biológico, o Ministério da Agricultura oferece facilidades e aprova a legalização em menos tempo que um agroquímico. Enquanto o processo de registro convencional pode levar até cinco anos, o de um agente biológico tramita sob prioridade e pode ser finalizado em até 60 dias.

MINISTÉRIO DA AGRICULTURA

Fonte: Ruralbr

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *