Ministério da Agricultura orienta plantio de arroz e banana

Fonte:  Canal Rural

Estudo de risco climático indica as melhores condições para o cultivo

Produtores de 17 Estados brasileiros podem consultar as orientações do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento para o plantio de arroz de sequeiro e irrigado e da banana. O estudo de Zoneamento Agrícola, publicado no Diário Oficial da União (DOU) na sexta, dia 13, informa os municípios, os tipos de solos, as condições climáticas e os períodos mais apropriados para o cultivo desses produtos. Indica, ainda, as variedades mais adequadas para cada região.

As recomendações para o plantio de arroz de sequeiro são destinadas aos produtores do Paraná, Acre, Rondônia, Espírito Santo, Mato Grosso do Sul, Tocantins, Mato Grosso, Goiás, Maranhão, Piauí, São Paulo, Minais Gerais, Pará, Bahia e Distrito Federal. A produção de arroz de sequeiro, feita sem o uso de irrigação, depende do regime de chuvas de cada região, uma vez que o excesso de chuva durante a produção pode comprometer o cultivo do grão. Para cada Estado, o estudo faz uma análise hídrica e térmica, de acordo com as variações climáticas.

O cultivo de arroz irrigado é recomendado para Santa Catarina, Rio Grande do Sul e São Paulo. Nesses Estados, o plantio da variedade responde por grande parte da produção brasileira de arroz, já que cerca de 80% de todo o arroz produzido no Brasil adota esse sistema. As variações climáticas, a temperatura do solo e o regime de chuvas são os fatores que interferem no plantio. A ocorrência de baixas temperaturas na região Sul, de maio a setembro, constitui fator de risco para a cultura.

Os produtores de banana de Goiás também devem ficar atentos às recomendações do zoneamento. A banana é uma fruta produzida em todos os estados brasileiros, e tem elevada importância social e econômica. Tipicamente tropical, exige calor constante, precipitações bem distribuídas ao longo do ano e elevada umidade para que apresente bom desenvolvimento e produção.