Ministério da Agricultura acompanha negociações sobre tarifa do Mercosul

Tarifa Externa Comum é o tributo cobrado por Brasil, Paraguai, Uruguai e Argentina em produtos que são importados de países de fora do bloco

19 de fevereiro de 2021 às 20h10
Por Canal Rural

O Ministério da Agricultura acompanha as negociações do Mercosul para reduzir a Alíquota da Tarifa Externa Comum. A revisão das tarifas de importação é debatida entre países-membros do Mercosul desde 2019, mas voltou a ter destaque nos últimos dias por conta de falas do ministro da Economia, Paulo Guedes. Em reunião com empresários, ele citou o corte na taxa como uma medida de reabertura da economia.

A Tarifa Externa Comum é o tributo cobrado por Brasil, Paraguai, Uruguai e Argentina em produtos que são importados de outros países, ou seja, que não pertencem ao Mercosul. A redução ou isenção dessa tarifa costuma ser feita de maneira temporária pelo governo brasileiro.

Nos alimentos, arroz, soja e milho são exemplos de produtos que passaram por essa medida nos últimos meses. No entanto, o corte na alíquota que é debatido atualmente no Mercosul seria definitivo e de 20%.

Na visão do secretário de Comércio e Relações Internacionais do Ministério da Agricultura, a tarifa de importação mais leve não causaria danos ao agronegócio. Ele afirmou ao Canal Rural que o ministério acompanha os trabalhos tocados pela pasta da economia para garantir que setores mais sensíveis não sejam ignorados nesta reforma da tarifa externa comum. De toda forma, ele acredita que o produto brasileiro é competitivo e não deve temer o produto importado.

Por enquanto, não há previsão de quando essa revisão da tarifa será concluída.

Fonte: Canal Rural

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *