Ministra Tereza Cristina elogia setor e evita fazer promessas

Na Expodireto Cotrijal, ministra destacou busca por abertura de novos mercados

Ministra compareceu à abertura da Expodireto Cotrijal nesta segunda-feira

Ministra compareceu à abertura da Expodireto Cotrijal nesta segunda-feira | Foto: Guilherme Almeida

A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, recebeu reivindicações do setor do agronegócio durante visita à 20ª Expodireto Cotrijal, nesta segunda-feira, em Não-Me-Toque. Apesar de as autoridades aguardarem por anúncios como a suplementação do Moderfrota, ela não assumiu compromissos. “O orçamento é curto, mas estamos trabalhando. Já fizemos uma suplementação de R$ 700 milhões, que eram recursos que podíamos movimentar”, explicou.

Em seu discurso na cerimônia de abertura da feira, a ministra brincou com o secretário adjunto de Política Agrícola, José Ângelo Mazzillo Junior, ao dizer que ele “já tem uma missão, arrumar R$ 3,5 bilhões antes do (novo) Plano Safra”. Se faltou definição nisso, Tereza Cristina foi clara ao elogiar a agricultura brasileira como líder no mundo: “Exportamos para mais de 190 países e não tem ninguém que possa conter a grandeza deste setor”, ressaltou.

Para a ministra, o Brasil sofre “perseguição” e “incomoda” os concorrentes pela sua competitividade, o que não a impedirá de atuar pela abertura de novos mercados. “É uma guerra isso, mas com a qualidade dos nossos produtos, diminuindo a burocracia e os custos para o produtor, vamos ampliar as exportações”, previu. Tereza Cristina também comentou que um dos assuntos que o Brasil vem tratando com os Estados Unidos refere-se à reabertura daquele mercado para a carne bovina in natura.

Por Correio do Povo

Fonte : Correio do Povo

Compartilhe!