Milho, soja e arroz representam 91% da safra

O Levantamento Sistemático da Produção Agrícola (LSPA) de julho apontou para uma área a ser colhida, em 2012, de 49,4 milhões de hectares, mais 1,5% do que em 2011 e 0,11% mais do que a previsão de junho. As três principais culturas – arroz, milho e soja – respondem por 84,7% da área a ser colhida. Juntas, representam 91% da safra, divulgou nesta quinta-feira (9) o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).
Comparado a 2011, a perspectiva é de redução de 13,3% na área plantada de arroz. Em contrapartida, haverá acréscimo de 9,6% no milho e de 3,7% na soja. A expectativa é que a produção do milho seja 27% maior do que a de 2011, enquanto as de arroz e soja devem cair 14,9% e 12,2%, respectivamente, considerando a mesma comparação.
Entre as grandes regiões, o IBGE destaca o volume de produção do Centro-Oeste, de 69,8 milhões de toneladas; do Sul, de 56,7 milhões de toneladas; do Sudeste, de 19,1 milhões de toneladas; do Nordeste, de 13,2 milhões de toneladas, e do Norte, de 4,5 milhões de toneladas. Ante a safra passada, houve acréscimo nas regiões Norte, de 2,2%, Sudeste, de 11,3%, e Centro-Oeste, de 24,4%. Houve decréscimo nas regiões Sul, de 16,4%, e Nordeste, de 9,4%. Mato Grosso lidera como maior produtor nacional de grãos, com uma participação de 24,7%, seguido pelo Paraná, com 19,3% e Rio Grande do Sul, com 12,1%. Somados representam 56,1% do total nacional.
O levantamento também projeta uma safra agrícola de 163,3 milhões de toneladas em 2012, com aumento de 2% ante a safra recorde de 2011, de 160,1 milhões. A sétima estimativa da safra nacional é 1,6% maior do que a estimativa de junho, cuja previsão era de 160,7 milhões de toneladas.

Fonte: Jornal do Comércio | Agência Estado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *