Milho para ração será subsidiado em regiões afetadas pela estiagem no Sul

Saca do produto será oferecida a R$ 20

por Globo Rural Online com informações da Agência Brasil

 Shutterstock

O governo deve anunciar nos próximos dias uma medida de apoio à compra de milho a preço subsidiado para pequenosprodutores de aves, suínos e gado leiteiro do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina, estados mais afetados pela secaque atingiu a Região Sul do país.
De acordo com o secretário de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Caio Rocha, o preço de mercado do produto, que está em R$ 30 por saca de 60 quilos, será oferecido a cerca de R$ 20 para que os produtores prejudicados pelaestiagem possam alimentar sua criação. “O governo está trabalhando, dando condições ao produtor para que amenize as perdas que ele teve na questão do milho e não dê problema de abastecimento nem de competitividade”, disse.
Segundo Rocha, as perdas dos produtores das regiões mais atingidas em relação ao milho chegaram a 40% no Rio Grande do Sul e a 35% em Santa Catarina.
Para sustentar a competitividade das agroindústrias dos dois estados, que também precisam de ração, o governo lançará leilões na modalidade Valor de Escoamento do Produto (VEP). De acordo com o secretário, a subvenção governamental diminuirá o preço final pago pela agroindústria, ficando abaixo do preço de mercado, de R$ 30.
O diretor de Informações da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), Silvio Porto, afirmou que a estatal temestocado 1,8 milhão de toneladas de milho, sendo 1,5 milhão no estado de Mato Grosso.
Além dos leilões de milho, pecuaristas da Região Sul que estiverem com problemas na oferta de ração poderão participar de leilões para aquisição de trigo de forma subsidiada. A Conab já tem previsão de gastar R$ 150 milhões nasubvenção de aproximadamente um milhão de toneladas do produto, que agora também poderá ser destinado à ração.

Fonte: Globo Rural

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.