MERCADO E CIANOTÍCIAS – FECHAMENTO DO MERCADO – Soja atinge melhor patamar do mês e volta a cair

Fonte:Pixabay/divulgação

Investidores realizaram lucros após quatro pregões de alta para oleaginosa

Após quatro sessões de alta e depois de atingir o maior patamar em um mês, a soja caiu nesta quarta-feira na Bolsa de Chicago. Foi realizado um movimento técnico do mercado chamado realização de lucros. Quanto sobe muito, os investidores vendem para conseguir um ganho sobre essa negociação. O avanço da colheita nos Estados Unidos e os bons rendimentos obtidos até o momento contribuíram para a queda.

No Brasil, quarta foi de poucos negócios no mercado físico, relata a consultoria Safras&Mercado. Chicago e dólar tiveram quedas acentuadas, afastando os negociadores do mercado.

Soja na Bolsa de Chicago (CBOT) (US$ por bushel)
Novembro/16: 9,75 (-14,25 centavos)
Maio/17: 9,90 (-12,50 centavos)
Soja no mercado físico (R$ por saca de 60 kg)
Passo Fundo (RS): 77,00
Cascavel (PR): 78,00
Rondonópolis (MT): 76,00
Dourados (MS): 74,00
Porto de Paranaguá (PR): 79,50
Porto de Rio Grande (RS): 80,00

Milho

O mercado brasileiro de milho mantém a dinâmica no decorrer desta semana. Os negócios concretizados servem para preencher necessidades pontuais, sem registro de volumes expressivos negociados. Aumenta a fixação de oferta junto às cooperativas em alguns

estados, como é justamente o caso do mercado paulista. A indicação é do analista da Safras Fernando Henrique Iglesias.

A Bolsa de Mercadorias de Chicago (CBOT) para o milho fechou as operações de hoje com preços mais baixos. O mercado realizou parte dos lucros registrados ontem, quando subiu 1% e atingiu o melhor patamar em oito dias, diante do ritmo mais lento da colheita nos Estados Unidos.

Milho na Bolsa de Chicago (CBOT) (US$ por bushel)
Dezembro/16: 3,40 (-0,50 centavos)
Julho/17: 3,63 (-0,50 centavos)
Milho no mercado físico (R$ por saca de 60 kg)
Rio Grande do Sul: 50,00
Paraná: 37,00
Campinas (SP): 41,50
Mato Grosso: 32,00
Porto de Santos (SP): 35,50
Porto de Paranaguá (PR): 34,50

Café

O mercado físico brasileiro de café teve uma quarta-feira de preços mais altos. As cotações se ajustaram para cima, apesar do desempenho negativo do dólar e de Nova York com cotações pouco alteradas.

Café arábica em Nova York (centavos por libra-peso)
Dezembro/16: 156,55 (-0,25 pontos)
Maio/17: 161,50 (=0,00 pontos)
Café conilon (robusta) em Londres (US$ por tonelada)
Novembro/16: 1986,00 (+31,00 dólares)
Janeiro/17: 2007,00 (+31,00 dólares)
Café no mercado físico (R$ por saca de 60 kg)
Arábica/bebida boa – Sul de MG: 520-530
Arábica/bebida boa – Cerrado de MG: 530-535
Arábica/rio tipo 7 – Zona da Mata de MG: 430-435
Conilon/tipo 7 – Vitória (ES): 440-450

Dólar e Bovespa

O dólar fechou em queda de 1,71%, cotada em R$ 3,207. O índice Bovespa subiu 1,14%, aos 58.393 pontos.

  • Rikardy Tooge, com informações de Safras&Mercado
  • Fonte :Canal Rural

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *