MERCADO E CIAAGRICULTURANOTÍCIAS – MERCADO – EUA: como a eleição presidencial afeta a soja?

Consultoria AgRural afirma que, caso Donald Trump vença a corrida presidencial, a tendência é de queda no preço das commodities

O mercado financeiro segue ansioso para saber quem será o novo presidente dos Estados Unidos. A queda das cotações da soja na semana passada foi, por exemplo, um dos reflexos desse momento incerto. Os preços do grão na Bolsa de Chicago encerraram o contrato de janeiro com uma queda de 20 pontos após o candidato republicano Donald Trump assumir a frente da corrida presidencial.

A pouca diferença das intenções de votos entre Hillary Clinton e Trump nas pesquisas eleitorais faz com que o cenário fique um pouco mais claro, caso um ou outro assuma a posição. Na medida em que novas informações sobre um ou outro surgem na mídia americana, o mercado se comporta de maneira diferente.

A analista de mercado da consultoria AgRural Daniele Siqueira destaca que, se Trump vencer a disputa, a possibilidade de queda da soja na bolsa internacional é maior. Já se Hillary for a escolhida, a tendência de baixa não é tão forte.

“Caso Hillary Clinton ganhe, nós teremos uma queda do dólar mais acentuada, mas eu não acho que uma vitória dela eleve os preços das commodities em geral. Seria mais fácil o contrário acontecer, se Trump assumir a presidência, a expectativa maior é de queda da soja e do milho”, explica Daniele Siqueira.

Fonte:Pixabay

  • Francielle Bertolacini | São Paulo
  • Fonte : Canal Rural

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *