MERCADO E CIAAGRICULTURANOTÍCIAS – FECHAMENTO DO MERCADO – Soja tem dia de pouca negociação no mercado brasileiro

Fonte:Pixabay/divulgação

Nos Estados Unidos, os contratos futuros da soja fecharam em baixa por causa da previsão de chuvas e temperaturas amenas na Argentina, favorecendo o plantio

 

O mercado brasileiro de soja teve um dia travado e de preços mistos. A volatilidade de Chicago e a baixa do dólar afastaram os negociadores, com apenas cerca de 5 mil toneladas trocando de mãos no Mato Grosso do Sul.
Nos Estados Unidos, os contratos futuros da soja fecharam em baixa. Em mais um dia de muita volatilidade, a previsão de chuvas e temperaturas amenas na Argentina, favorecendo o plantio, pressionou as cotações.
As perdas só não foram maiores porque ainda há preocupação com o clima seco na Argentina. Além disso, o dólar recuou e o petróleo subiu, dando competitividade à oleaginosa americana.
Nesta terça, o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) anunciou que os exportadores privados americanos venderam 130 mil toneladas de soja para a China.

Soja na Bolsa de Chicago (CBOT) – US$ por bushel

  • Janeiro/2018: 9,89 (-1,00 cent)

  • Março/2018: 10,0 (-1,00 cent’)

Soja no mercado físico – R$/saca de 60 kg

  • Passo Fundo (RS): 68,50

  • Cascavel (PR): 70,00

  • Rondonópolis (MT): 63,50

  • Dourados (MS): 65,20

  • Porto de Paranaguá (PR): 74,50

  • Porto de Rio Grande (RS): 73,50

  • Santos (SP): 73,00

  • São Francisco do Sul (SC): 73,00

  • Missões (RS): 68,00

Fonte: Safras & Mercado

 

Milho

A Bolsa de Mercadorias de Chicago (CBOT) para o milho fechou com preços mistos. O mercado foi influenciado negativamente pela boa oferta proveniente da colheita de milho dos Estados Unidos. Contudo, o cereal recuperou parte das perdas registradas mais cedo em meio à expectativa de que as chuvas previstas na Argentina ao longo da semana sejam limitadas.
O Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) divulgou ontem relatório sobre a evolução da colheita das lavouras de milho. Até 19 de novembro, a área colhida estava em 90%, 1 ponto percentual abaixo do esperado por analistas. Em igual período do ano passado o número era de 96%. A média para os últimos cinco anos é de 95%. Na semana passada, o número estava em
83%.

Milho na Bolsa de Chicago (CBOT) – US$ por bushel

  • Dezembro/2017: 3,45 (estável)

  • Março/2018: 3,56 (-0,25 cent)

Milho no mercado físico – R$/saca de 60 kg

  • Rio Grande do Sul: 32,00

  • Paraná: 28,00

  • Campinas (SP): 31,50

  • Mato Grosso: 21,00

  • Porto de Santos (SP): 29,00

  • Porto de Paranaguá (PR): 28,00

  • São Francisco do Sul (SC): 29,00

Fonte: Safras & Mercado

Café

O mercado brasileiro de café teve uma terça-feira de preços estáveis. A alta do arábica em Nova York foi compensada pela baixa do dólar. O dia foi lento na comercialização mais uma vez, com os cafés melhores retidos pelos produtores e maior movimentação apenas para grãos de qualidade mais baixa.
Nova York
A Bolsa de Mercadorias de Nova York (Ice Futures US) para o café arábica encerrou as operações da terça-feira com preços mais altos. As cotações subiram diante da fraqueza do dólar contra o real e com os ganhos apresentados pelo petróleo ao longo do dia, como destaca o consultor de SAFRAS & Mercado, Gil Barabach.
Entretanto, a moeda americana foi recuperando-se ao longo do dia e o petróleo reduziu os ganhos, assim como o arábica em NY.
Londres
A Bolsa Internacional de Finanças e Futuros de Londres para o café robusta encerrou as operações da terça-feira com preços mais baixos. O mercado teve dificuldades de encontrar um melhor direcionamento no dia, teve preços mistos em parte da sessão e terminou com perdas em meio a fatores técnicos.
A alta da Bolsa de Nova York no arábica e do petróleo limitou a queda do
robusta londrino.

Café arábica na Bolsa de Nova York (ICE Futures US) – em cents por libra-peso

  • Março/2018: 126,65 (+0,90 pontos)

  • Maio/2018: 128,90 (+0,90 pontos)

Café robusta na Bolsa Internacional de Finanças e Futuros de Londres (Liffe) – em US$ por tonelada

  • Novembro/2017: 1.801 (- US$ 9)

  • Janeiro/2018: 1.783 (- US$ 8)

Café no mercado físico – R$ por saca de 60 kg

  • Arábica/bebida boa – Sul de MG: 455-460

  • Arábica/bebida boa – Cerrado de MG: 460-465

  • Arábica/rio tipo 7 – Zona da Mata de MG: 415-420

  • Conilon/tipo 7 – Vitória (ES): 355-360

Ibovespa

O dólar comercial fechou a negociação em queda de 0,36%, cotado a R$ 3,250 para compra e a R$ 3,252 para venda. Durante o dia, a moeda norte-americana oscilou entre a mínima de R$ 3,241 e a máxima de R$ 3,266.
O Ibovespa encerrou com alta de 1,58%, aos 74594,61 pontos. O volume negociado foi de R$ 13,557 bilhões.

Fonte : Canal Rural

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *