MERCADO – Café volta a subir em NY e impulsiona preços no Brasil; vejas notícias desta terça

Apesar da pressão de baixa exercida pelo petróleo e pela expectativa de clima ameno no país, o mercado encontrou sustentação em aspectos técnicos

Boi: arroba segue firme, apesar de escalas de abate confortáveis

  • Milho: preços têm dia de leve alta

  • Soja: saca tem nova valorização

  • Café: cotações voltam a subir no Brasil com forte alta em Nova York

  • No exterior: Senado dos EUA se reúne para aprovar plano de infraestrutura

  • No Brasil: Ibovespa tem leve alta na abertura da semana

Agenda:

  • Brasil: ata da última reunião do Copom (Banco Central)

  • Brasil: atualização da estimativa para safra de grãos 2020/21 (Conab)

  • Brasil: IPCA de julho (IBGE)

Boi: arroba segue firme, apesar de escalas de abate confortáveis

De acordo com a consultoria Safras & Mercado, a arroba do boi gordo negociada no mercado brasileiro seguiu com cotações firmes, apesar da permanência do cenário de escalas de abate confortáveis. Segundo o analista Fernando Iglesias, algumas unidades frigoríficas continuam ausentes da compra de gado.

Na B3, os contratos futuros do boi gordo apresentaram recuo disseminado entre todos os vencimentos da curva. O mercado segue travado como no caso do físico. O vencimento para agosto passou de R$ 318,05 para R$ 316,80, do outubro foi de R$ 325,40 para R$ 322,50 e do novembro foi de R$ 329,25 para R$ 326,30 por arroba.

Milho: preços têm dia de leve alta

O indicador do milho do Cepea abriu a segunda semana de agosto com um dia de leve alta dos preços. A cotação variou 0,35% em relação ao dia anterior e passou de R$ 99,1 para R$ 99,45 por saca. Assim sendo, no acumulado do ano, o indicador valorizou 26,45%. Em 12 meses, os preços alcançaram 85,58% de alta.

Na B3, a curva de contratos futuros do milho teve um dia de comportamento misto, em que as pontas mais curtas e mais longas recuaram, enquanto o meio teve avanço. O ajuste do vencimento para setembro passou de R$ 97,52 para R$ 97,26, do novembro foi de R$ 98,13 para R$ 97,71 e do março de 2022 passou de R$ 99,07 para R$ 99,50 por saca.

Soja: saca tem nova valorização

O indicador da soja do Cepea para o porto de Paranaguá (PR) teve um dia de ligeira alta dos preços após voltar a superar os R$ 170 por saca no encerramento da semana passada. A cotação variou 0,11% em relação ao dia anterior e passou de R$ 170,03 para R$ 170,22 por saca. Dessa forma, no acumulado do ano, o indicador valorizou 10,6%. Em 12 meses, os preços alcançaram 38,15% de alta.

Na bolsa de Chicago, os contratos futuros da soja recuaram e praticamente anularam a alta da última sexta-feira, 06. O vencimento para novembro teve uma queda diária de 0,52% e passou de US$ 13,366 para US$ 13,296 por bushel. Esta semana, o mercado estará focado no relatório de oferta e demanda do USDA, que será divulgado na próxima quinta-feira, 12.

Café: cotações voltam a subir no Brasil com forte alta em Nova York

De acordo com a Safras & Mercado, as cotações do café no mercado brasileiro voltaram a subir após alguns dias de calmaria. No sul de Minas Gerais, o arábica bebida boa com 15% de catação passou de R$ 970/975 para R$ 985/990, enquanto que no cerrado mineiro, o bebida dura com 15% de catação passou de R$ 975/980 para R$ 1.000/1.010 por saca.

Na bolsa de Nova York, os contratos futuros do café arábica tiveram um dia de forte alta, mesmo com a queda do petróleo. O vencimento para setembro subiu 1,90% no dia e passou de US$ 1,76 para US$ 1,7935 por libra-peso. Apesar da pressão de baixa exercida pelo petróleo e pela expectativa de clima ameno no Brasil, o mercado encontrou sustentação em aspectos técnicos.

No exterior: Senado dos EUA se reúne para aprovar plano de infraestrutura

Senadores norte-americanos se reuniram para discutir a aprovação de uma lei que investirá cerca de US$ 1 trilhão em infraestrutura. Apesar do projeto ser bipartidário, com participação de democratas e republicanos, é uma prioridade e foi proposto pelo governo de Joe Biden para mitigar os efeitos econômicos da pandemia.

A expectativa é de que a votação final seja realizada ainda esta semana. Se aprovado, o texto será enviado à Câmara dos Representantes. Os três principais índices de ações dos Estados Unidos fecharam o dia com comportamento misto. O Dow Jones caiu 0,3%, o Nasdaq subiu 0,16% e o S&P 500 teve uma leve queda de 0,09%.

No Brasil: Ibovespa tem leve alta na abertura da semana

O Ibovespa abriu a semana com uma leve alta de 0,17% e fechou o dia cotado a 123.019 pontos. Enquanto isso, o dólar comercial subiu 0,21% e foi a R$ 5,247. Na agenda econômica de hoje, os destaques são as divulgações da ata da última reunião do Copom, em que os investidores buscarão sinais de até quando o Banco Central pretende aumentar os juros, e do IPCA de julho.

Na primeira semana de agosto, a balança comercial brasileira teve um saldo positivo de US$ 1,636 bilhão, fruto de uma soma de US$ 5,857 bilhões em exportações e de US$ 4,221 bilhões em importações. Dessa forma, o superávit ficou 18,1% acima do que havia sido registrado em agosto do ano passado.

Por Felipe Leon, com agências de notícias

Fonte : Canal Rural

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *