MENOS PASTO MAIS GRÃO | Soja avança para a Metade Sul

Valorização do preço estimula produtores a usar área de pecuária na próxima safra, mas especialistas recomendam cautela

Os ganhos prometidos com a valorização da soja começam a desenhar um novo mapa de produção no Estado para a próxima safra de verão. Tradicional no norte gaúcho, o grão avança na Metade Sul.
Áreas antes ocupadas por pastagens para a pecuária estão sendo transformadas em território para o cultivo da soja. Em Jaguarão, a família Marques já fez a experiência na safra passada e este ano deve repetir a dose. Serão pelo menos 130 hectares destinados ao grão, com a ideia futura de chegar a 800 hectares.
– Na mesma área em que faço R$ 420 por hectare com o gado posso fazer R$ 1,1 mil com a soja. No fim, a gente acaba se curvando para a soja – avalia Victor Joaquim Marques.
Para evitar problemas, os Marques investem em irrigação, parcerias com produtores locais e adaptação do solo para receber a cultura.
– Os produtores têm de se preocupar com o zoneamento agrícola e com a ocupação do bioma Pampa, pois há uma limitação de clima e de solo em parte da Metade Sul – alerta o gerente técnico da Emater, Dulphe Pinheiro Machado Neto.
Há também preocupação com a queda de oferta de animais.
– Temos o sério problema da seca, que reduziu as prenhezes das vacas – adverte Carlos Simm, representante da comissão de bovinocultura de corte da Farsul.
O gerente técnico da Cooperativa dos Agricultores de Plantio Direto (Cooplantio), Dirceu Gassen, acredita que a maior parte da área para o grão na Metade Sul vai ocupar terrenos antes dominados pelo arroz.
– Trabalhamos com grupos de agricultores de soja em várzeas há 10 anos e as evidências são de crescimento nesta área. Ao mesmo tempo, estão evoluindo as pastagens de qualidade – diz Gassen, que estima em 4,5 milhões de hectares a área plantada com a oleaginosa no Estado.
Conab e Emater iniciam levantamento neste mês
A partir do fim de agosto, a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) e a Emater iniciam os levantamentos da intenção de plantio para 2012/2013. Análise preliminar de técnicos da Emater indica que na Zona Sul haverá crescimento de 100 mil hectares na área de soja. Ontem, a Conab divulgou dados da última safra de verão, com produção brasileira recorde de 165,9 milhões de toneladas, apesar do impacto da seca.

NESTOR TIPA JÚNIOR

Fonte: Zero Hora

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *