Meio ambiente – Solo é o foco de capacitação do Projeto Biomas que acontece no Paraná

Gustavo Curcio, coordenador nacional do Projeto Biomas e pesquisador da Embrapa Florestas, é um dos palestrantes do curso

Curitiba / Paraná (08/04/2016) – Neste primeiro semestre de 2016, técnicos do Incra, no Paraná, participam do curso “Capacitação continuada em solos do Paraná: potencialidades e fragilidades ambientais”, ministrado por pesquisadores do Projeto Biomas. O objetivo é ampliar os conhecimentos dos participantes sobre a questão de solos para que possam aplicar em seu dia a dia. Participam 21 técnicos que atendem as áreas de acompanhamento de assistência técnica aos assentamentos; obtenção de terras para Reforma Agrária; e regularização de territórios quilombolas. “Nosso objetivo é atualizar e aprofundar conhecimentos técnicos em relação à questão de solo para auxiliar em nosso dia a dia”, afirma o engenheiro agrônomo Claudio Marques, que teve a iniciativa de organizar o grupo do Incra para a capacitação. “Trabalhamos com levantamento agronômico-ambiental e queremos, com esse treinamento, qualificar ainda mais nosso trabalho”, explica.

A capacitação une teoria e prática e está dividida em quatro módulos, onde a ênfase inicial será dada a solos, envolvendo suas funcionalidades e distribuição na paisagem.  No segundo módulo, a discussão envolverá elementos e processos que compõem o diagnóstico da propriedade rural, considerando a interação solos, água e vegetação, sua capacidade de produção e necessidade de preservação. O terceiro módulo dará atenção especial para o planejamento das propriedades rurais, considerando a interatividade existente entre solos, água e vegetação com as alocações de APP (Área de Preservação Permanente) e ARL (Área de Reserva Legal). O quarto módulo enfocará alguns modelos para recuperação de APPs de nascentes e rios e uso de ARLs, com proposição de modelos e espécies arbóreas para alcançar a pluralidade da propriedade rural.

Segundo o pesquisador Gustavo Curcio, da Embrapa Florestas, “organizamos o conteúdo baseado em mais de 20 anos de experiência trabalhando com solos e também em resultados de pesquisas do Projeto Biomas, que ampliam o horizonte de entendimento dos solos e sua importância para a sustentabilidade das propriedades rurais”. A pesquisadora Annete Bonnet também é instrutora da capacitação.

O primeiro módulo do curso aconteceu dias 21 a 23/03 e os próximos módulos acontecem em 18/04, 23/05 e 20/06.

Sobre o Projeto Biomas

O Projeto Biomas, iniciado em 2010, é fruto de uma parceria entre a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) e a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), com a participação de mais de quatrocentos pesquisadores e professores de diferentes instituições, em um prazo de nove anos. Os estudos estão sendo desenvolvidos nos seis biomas brasileiros para viabilizar soluções com árvores para a proteção, recuperação e o uso sustentável de propriedades rurais nos diferentes biomas. O Projeto Biomas tem o apoio do BNDES, SENAR, SEBRAE, Monsanto e John Deere.

Coordenação de Comunicação Digital da CNA, com Embrapa Florestas

Fonte : Canal do Produtor