MDA pode ser incorporado ao Ministério da Agricultura após reforma ministerial

Fonte: Ruralbr

Possibilidade ainda está sendo avaliada, mas não agrada aos pequenos agricultores

Angélica Sattler | Brasília (DF)

Atualizada às 21h30

A reforma ministerial que o governo Dilma Rousseff prepara para o início de 2012 pode mexer com a estrutura das pastas responsáveis pela agricultura no país. A estrutura do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), criado em 1999, pode ser incorporada ao Ministério da Agricultura como uma das hipóteses para reduzir custos. A possibilidade ainda está sendo avaliada, mas não agrada aos pequenos agricultores.

Nos últimos dez anos, a destinação de recursos federais para a agricultura familiar cresceu 15 vezes. Entidades que representam os pequenos produtores, no entanto, temem que a unificação altere as políticas públicas em curso e reduza o total de investimentos.

– Hoje, nós já estamos com cerca de R$ 30 bilhões para a agricultura familiar brasileira, entre o crédito do Pronaf, as políticas de assistência técnica, as compras governamentais, as políticas de compra de merenda escolar. Nós precisamos é de um ministério que seja fortalecido para ampliar as políticas até agora conquistadas e não um ministério que se incorpora ao Ministério da Agricultura – expõe o presidente da Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura (Contag), Alberto Broch.

Para o especialista em agronegócio Flávio Botelho, mesmo que a fusão gere conflitos de interesses, os agricultores podem sair ganhando com a mudança.

– Quanto mais racionalidade o Estado tiver nos seus órgãos que executam a política agrícola é melhor para o agricultor, porque o dinheiro vai chegar mais ao agricultor do que se perder dentro da máquina. Entretanto, esse é um processo onde os grupos de interesse terão uma participação e certamente se posicionará a respeito disso – aponta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *