MDA ajusta seguros para produtor familiar

Após a seca que prejudicou a produção no Sul e no Nordeste do país, o Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) decidiu modificar o funcionamento dos dois seguros usados hoje pelos agricultores familiares, o Garantia-Safra e o Seguro da Agricultura Familiar (SEAF), também conhecido como Proagro Mais.

O teto para renda máxima de contratação dos dois programas vai subir, além do valor que poderá ser reembolsado ao produtor. Devido às quebras registradas nas duas regiões, os pagamentos que serão feitos pelos dois programas devem ultrapassar R$ 1 bilhão nesta safra, divididos entre R$ 650 milhões do SEAF e R$ 400 milhões do Garantia-Safra. "O agricultor familiar fez a parte dele e investiu forte no seguro. Agora é a nossa vez de agir para pagar todos eles", afirmou o secretário da Secretaria da Agricultura Familiar (SAF), Laudemir Müller.

No SEAF, vai haver um aumento da cobertura da renda. Hoje, o valor por agricultor é R$ 3,5 mil. O MDA ainda não divulgou oficialmente o valor, mas uma fonte do MDA prevê que o aumento não deve ser muito superior. "Estamos falando de, no máximo, R$ 4 mil por produtor", afirmou a fonte que participa da discussão. O SEAF já indenizou cerca de 49 mil agricultores nessa safra, mas o MDA prevê que o total pode chegar a 100 mil agricultores, em um total de R$ 650 milhões. Para efeito de comparação, na safra passada inteira, foram indenizados apenas 8 mil agricultores.

Para o Garantia-Safra, o MDA vai aumentar o teto, que atualmente é de R$ 680,00, divido em cinco parcelas, que podem ser pagas por meio de cartões eletrônicos da Caixa Econômica Federal. Na safra atual, cerca de 700 mil famílias contrataram o seguro. "Na safra que vem, queremos ampliar os segurados para mais de 1 milhão", afirmou Müller.

Na próxima segunda-feira, cerca de 100 mil agricultores de mais de 150 municípios dos Estados da Bahia e de Minas Gerais vão receber as primeiras parcelas do Garantia-Safra e do Bolsa Estiagem. Os benefícios fazem parte de um pacote de ações do governo federal, que inclui apoio financeiro para reduzir os efeitos da estiagem nas lavouras.

Os beneficiados são agricultores com renda de até 1,5 salários mínimos provenientes de municípios que perderam, ao menos, 50% da produção. Outros municípios, entretanto, também serão beneficiados pelo Garantia-Safra a partir de julho. (TV)

© 2000 – 2012. Todos os direitos reservados ao Valor Econômico S.A. . Verifique nossos Termos de Uso em http://www.valor.com.br/termos-de-uso. Este material não pode ser publicado, reescrito, redistribuído ou transmitido por broadcast sem autorização do Valor Econômico.
Leia mais em:

http://www.valor.com.br/empresas/2715812/mda-ajusta-seguros-para-produtor-familiar#ixzz1xs2B4RqU

Fonte: Valor | Por De Brasília

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *