Mau tempo atrapalha visitação à Agricultura Familiar na Expointer Digital

Drive-thru viu momento após sábado com bastante procura

Por Gabriel Guedes

  • Sábado entusiasmou expositores, com 350 veículos
  • Sábado entusiasmou expositores, com 350 veículos | Foto: Mauro Schaefer

    A ameaça de temporais e as pancadas de chuva que caíram neste domingo, espantaram o movimento no circuito de drive-thru da Agricultura Familiar. Depois de um sábado bem frequentado, o domingo apresentou números bem abaixo do dia anterior. Apesar de ser uma edição digital, a Expointer deste ano não deixou de fora a participação dos agricultores. O acesso é de carro, por meio de um circuito, respeitando os protocolos de prevenção da Covid-19. Desta maneira, quem foi ao Parque de Exposições Assis Brasil neste final de semana, conseguiu aproveitar a produção de 55 empreendimentos e pequenas agroindústrias.

    “Estamos aqui de 2004. O primeiro dia superou a expectativa, mas hoje (domingo), a chuva atrapalhou”, avalia Ivete Carling, 45, da Coopernatural Orgânicos, de Picada Café. Segundo o assessor de Política Agrícola e Agroindústria da Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Rio Grande do Sul (Fetag-RS), Jocimar Rabaioli, a redução não é fato que cause frustração. “Tivemos no sábado 350 veículos. Hoje, foi em torno de 50 (até às 14h). No sábado chegou quase a ter fila. Hoje ainda ficou meio devagar, que talvez seja o fator climático. Mas está dentro das nossas expectativas”, avalia.

    O visitante pode acessar o pavilhão por meio do Portão 1, que fica próximo do portão principal do Parque Assis Brasil, no sentido Esteio-Canoas da avenida Guilherme Schell. O horário de funcionamento é das 10h às 20h. São 26 conjuntos de estandes, com três vagas cada. E se o condutor preferir escolher mais entre as opções de compra, pode refazer o circuito sem sair do pavilhão. “Nunca se imaginou ter estas possibilidade, de acesso sem pagar a feira, entrar de carro, de frente ao estande. Tem seu lado positivo, com conforto e segurança", defende Rabaioli.

    Fonte : Correio do Povo

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *