Marfrig faz contraproposta e impasse sobre demissões continua

Em reunião de conciliação, empresa sugeriu manter planta aberta por mais um ano, mas com 250 funcionáriosMarfrig faz contraproposta e impasse sobre demissões continua Guilherme Villa Verde/TRT,Divulgação

Proposta saiu de reunião de conciliação no TRTFoto: Guilherme Villa Verde / TRT,Divulgação

Ficou para a próxima semana a possibilidade de solução para o impasse criado com o anúncio da paralisação das atividades do frigrífico Marfrig em Alegrete, na Fronteira Oeste. Em nova reunião de conciliação, realizada nesta manhã, a empresa fez uma contraproposta para o sindicato, que havia sugerido na terça-feira a manutenção das operações por mais seis meses.

A Mafrig propõe manter a unidade funcionando por um ano, mas com 250 trabalhadores, além de transferir 120 para a planta de São Gabriel. Hoje, são 623 funcionários.

— É uma proposta ruim, porque vai deixar 50% das pessoas desempregadas. Mas ou se aceita, ou a planta pode mesmo fechar. Devemos apresentar uma nova sugestão — afirma Marcos Rosse, presidente do Sindicato Rural dos Trabalhadores na Indústria da Alimentação em Alegrete.

As duas partes devem se reunir novamente na quinta-feira, 5 de fevereiro, no Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região. As demissões estão supensas por meio de liminar concedida nesta semana pela Justiça.

Fonte: Zero Hora | por Gisele Loeblein

29/01/2015 | 15h07

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *