Mapa garante que não faltará milho

Governo federal deve intervir no mercado gaúcho a partir setembro

O Ministério da Agricultura (Mapa) garantiu ontem recursos para apoiar a comercialização de milho para produtores, indústria de suínos e aves do Estado. A preocupação é conter o preço do grão, que historicamente dispara no segundo semestre. ‘O Mapa tem orçamento suficiente para fazer a intervenção que for necessária’, afirmou o secretário de Política Agrícola do Mapa, Neri Geller, ontem, em evento da Ubabef em SP. Neste ano, estima-se que será necessário trazer de outros estados e importar 2 milhões de toneladas de milho.

Geller explica que serão utilizados leilões de Prêmio para Escoamento de Produto (PEP) ou de Prêmio Equalizador Pago ao Produtor Rural (Pepro), visando tanto apoiar o escoamento de milho dos estados produtores para os consumidores quanto viabilizar uma alternativa aos produtores para comprarem o cereal. O Mapa vai monitorar a disponibilidade de milho no mercado gaúcho para intervir quando os produtores de aves e suínos estiverem desabastecidos. A previsão de Geller é que isto aconteça a partir de setembro ou outubro. A recomposição dos estoques públicos já está sendo feita por meio de leilões da Conab, com a aquisição de 2 milhões de toneladas do grão via contrato de opção e 1 milhão de t por meio de AGF.

O presidente da Acsurs, Valdecir Folador, comemorou o anúncio. ‘É um mecanismo para regular os preços.’ Na avaliação do presidente da Asgav, Nestor Freiberger, a realocação de milho vai ajudar a minimizar o gargalo do custo de produção. ‘É uma questão comercial. Não há falta do grão, o problema é o preço.’ Para o diretor executivo do Sips, Rogério Kerber, a principal expectativa do setor é que o governo subsidie parte do transporte do milho ao RS.

De acordo com a Conab, o RS deve produzir 5,383 milhões de toneladas de milho em 2013. Segundo Freiberger, o RS comercializa 1 milhão de t para outros estados, enquanto o consumo por aves, suínos e bovinos é de 5 milhões. O consultor Carlos Cogo estima exportações do cereal gaúcho de 820 mil t em 2013.

Fonte: Correio do Povo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *