MANIFESTAÇÃO – Integrantes do MST ocupam pátio do Incra em Porto Alegre

Campesinos reivindicam, entre outras questões, retomada de programas sociais e da reforma agrária

Tiago Boff / Agencia RBSCom panelas e botijão de gás, manifestantes se preparam para estender estadia no pátio do Incra durante a semanaTiago Boff / Agencia RBS

Desde as 7h desta segunda-feira (9), integrantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) e do Movimento dos Pequenos Agricultores (MPA) ocupam o pátio da Superintendência do Ministério da Agricultura e do prédio do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), no Centro Histórico de Porto Alegre.

O protesto, com manifestantes de diversas regiões do Estado, pede a retomada de programas sociais e da reforma agrária — que, segundo os manifestantes, não desapropriou qualquer área no Rio Grande do Sul desde 2016 —, distribuição de lonas e cestas básicas às famílias.

Há pelo menos uma centena de pessoas no local, entre crianças, jovens e adultos. Com colchões, mochilas e cobertores, eles estão distribuídos no estacionamento ou escorados nas árvores na área interna do terreno da instituição. A previsão é de que o ato se estenda durante toda a semana.

Sentado no chão, com uma bandeira do MST enrolada no colo, Claudenir dos Santos, 55 anos, afirma ter ganho 43 hectares para cultivo em Vista Alegre, no norte do Estado.

— Ganhei um lote, mas ainda não está no meu nome. Preciso disso para investir e fazer minha lavoura — afirma.

Do lado externo do prédio, viaturas da Empresa Pública de Transporte e Circulação de Porto Alegre (EPTC) e da Brigada Militar (BM) acompanham o protesto. Não há bloqueios de trânsito, apenas redução na velocidade dos veículos devido à curiosidade dos condutores, no trecho próximo à Avenida Augusto de Carvalho.

— Só sairemos após sermos recebidos por alguma autoridade para audiência. Queremos nossas reivindicações atendidas. Ainda mais em tempo de seca, precisamos do auxílio, que o governo federal não tem nos dado — reforça Ildo Pereira, dirigente nacional do MST.

A superintendente substituta do Incra, Raquel May Chula, e o chefe de gabinete Cláudio Moreira receberam os manifestantes próximo das 9h e estão reunidos no prédio federal, tratando sobre os pedidos dos acampados. Segundo a assessoria do órgão, o expediente está cancelado nesta segunda-feira. Os servidores já foram informados da alteração.

Tiago Boff

TIAGO BOFF

Fonte : Zero Hora

Compartilhe!