Mais três marcas suspensas no RS

Envasados pela Latvida, leites da Goolac, Só Milk e Hollmann são retirados do mercado por decisão da Secretaria da Agricultura

GLAUCO MENEGHETI

A Coordenadoria de Inspeção de Produtos de Origem Animal (Cispoa), da Secretaria da Agricultura, decidiu ontem retirar do mercado todo o leite UHT envasado pela VRS Indústria de Laticínios, detentora da marca Latvida. Com isso, além dos lotes próprios, devem ser retiradas do varejo, em regime de urgência, toda a produção processada com as marcas Goolac, Só Milk e Hollmann a partir de 1 de abril. Desde quarta-feira, a empresa está impedida de produzir e comercializar lácteos em função da ação da Operação Leite Compen$ado, que indicou adição de água e ureia ao leite, o que resultou na presença de formol. Lotes da Mu-mu, Italac e Bom Gosto/Líder também foram confiscados.

De acordo com a coordenadora do Cispoa, Ângela Souza, o leite UHT das marcas Goolac, Só Milk e Hollmann não apresentava resultado positivo para a substância cancerígena. ‘É apenas uma questão de segurança para os consumidores.’ Pesou na decisão o fato de a VRS ter descumprido ordem da Seapa. Após inspeção em 1 de abril, a empresa só tinha autorização para fabricar amostras para remessa a laboratório. Como os testes indicaram ausência de formol, a liberação veio no dia 24. No entanto, ao chegar ao local, fiscais encontraram 500 mil t de leite processado e 188 itens em desconformidade higiênico-sanitária.

O assessor jurídico da VRS, Rafael Godinho, esclarece que as três marcas não são da empresa, que apenas presta um serviço de envase. O leite, porém, pertence à Latvida, e Godinho reconhece que o produto deva ser retirado do mercado. O que a empresa discorda é da suspensão total. ‘O fechamento de quarta-feira diz respeito a inadequações de estrutura’, alega o advogado. ‘Apresentamos 16 amostras ao Cispoa e nenhuma delas apresentou problema de qualidade’.

A empresa explica que, em 16 de fevereiro, o Cispoa juntou oito amostras da fábrica de Estrela. Uma delas, a do leite UHT semi-desnatado, apresentou resultado positivo, mas as contraprovas do Alac deram resultado negativo.

O presidente do Sindilat, Wilson Zanatta, admitiu que as indústrias devam ser responsabilizadas. Segundo ele, as contraprovas dos laticínios teriam sido imprecisas. Sobre a Latvida, associada do Sindilat, Zanatta preferiu não comentar. Procuradas pela reportagem, as empresas Goolac, Só Milk e Hollmann não foram localizadas.

Os lotes

– Hollmann

– Goolac

– Só Milk

– Latvida

– Italac integral (lotes L05KM3, L13KM3, L18KM3, L22KM4 e L23KM1) e semidesnatado (lote L12KM1)

– Bom Gosto/Líder UHT Integral (lote TAP1MB)

– Mu-mu UHT integral (lote 3ARC)

Fonte: Correio do Povo

Compartilhe!