MAIS MILHOMILHO – PRODUTIVIDADE – Milho irrigado: produtor chega a 258 sacas/hectare

Fonte:Divulgação

Com a utilização da tecnologia, a produtividade gira em torno de 258 sacas por hectare e os custos não passam de 140 sacas

O Mais Milho deste sábado, o terceiro episódio da série que vem mostrando casos bem sucedidos da cultura, esteve em Santo Ângelo, no Rio Grande do Sul.  Foi na terra vermelha das missões jesuíticas que a equipe de reportagem visitou o produtor rural Rafael Moreno, uma referência no cultivo do milho irrigado.

Há 12 anos plantando milho embaixo de pivôs, a fazenda tem hoje 240 hectares de milho e 60 hectares de soja irrigados. A produtividade só aumentou ao longo dos anos e na última safra chegou a 258 sacas por hectare. O custo é alto mas o produtor garante que a rentabilidade alcançada justifica o investimento.

Porque vale a pena investir no milho irrigado no RS

– A região está localizada numa altitude que varia entre 300 e 400 metros, situação que provoca um déficit hídrico, principalmente nos meses de novembro e dezembro quando o calor é intenso.

– A produtividade do milho irrigado na região é bem maior na comparação com o milho sequeiro. Enquanto o irrigado produz de 210 a 258 sacas por hectare, o sequeiro produz de 150 a 180 sacas.

– Consegue uma boa rentabilidade.  Enquanto a produtividade gira em torno de 210 a 258, os custos não passam de  140 sacas.

– O manejo realizado e a excelente produtividade alcançada contribuem para o rendimento da lavoura de soja plantada após a colheita do milho.

– Para fazer parte do Clube da Irrigação, projeto idealizado no RS que tem o objetivo de ser um difusor de tecnologia. As propriedades parceiras do Clube alcançam altos índices de produtividade.

– A meta em curto prazo, é alcançar a façanha de produzir 300 sacas por hectare.

João Henrique Bosco, de Santo Ângelo (RS)

Fonte : Canal Rural

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *