Lucro e receita da Mosaic têm forte queda no 3º tri

A multinacional americana de fertilizantes Mosaic registrou um lucro líquido atribuído à companhia de US$ 124,4 milhões (US$ 0,29 por ação) no terceiro trimestre deste ano, ante US$ 417,4 milhões (US$ 0,98 por ação) em igual intervalo de 2012. O tombo foi de 70,2%.

Os resultados do período de três meses encerrados em 30 de setembro de 2013 incluem US$ 142 milhões em impacto negativo decorrente da alienação de ativos ou operações, segundo a empresa. O lucro operacional também teve queda expressiva – de 77,6% – totalizando US$ 144,1 milhões no período ante US$ 643,7 milhões no mesmo intervalo do ano passado.

As vendas líquidas da Mosaic no terceiro trimestre somaram US$ 1,908 bilhão, queda de 27,9% sobre os US$ 2,646 bilhões apurados no mesmo período do ano passado. A empresa atribui o recuo aos baixos preços do insumo e à redução dos volumes comercializados na América do Norte.

"Preços mais baixos de potássio e fosfato, atraso na aplicação desses produtos na safra da América do Norte e o comportamento cauteloso dos revendedores levaram a resultados mais fracos neste trimestre" disse Jim Prokopanko, presidente e CEO da Mosaic, em comunicado divulgado pela empresa.

"Acreditamos que os desafios atuais no ambiente em que atuamos, tanto para fosfato quanto potássio, são de natureza cíclica e proporcionam à Mosaic oportunidades de disponibilizar capital, incluindo os dividendos para acionistas. A perspectiva de longo prazo para a companhia continua atrativa", afirmou Prokopanko.

A Mosaic informou ter tomado várias decisões para otimizar seu portfólio no terceiro trimestre, como a venda da operação de sal e fechamento da mina de potássio localizada em Hershey, no Estado americano de Michigan. Anunciou ainda que vai colocar à venda a unidade na Argentina e negócio de distribuição no Chile para se concentrar no crescimento de sua presença no Brasil.

A empresa também entrou em acordo para comprar as operações de fosfato da CF Industries por US$ 1,2 bilhão e vai desistir de construir uma fábrica de amônia no Estado americano de Louisiana.

A empresa também assinou um acordo de acionistas com a Ma’aden e com a Sabic para desenvolver instalações integradas de produção de fosfato na Arábia Saudita.

© 2000 – 2013. Todos os direitos reservados ao Valor Econômico S.A. . Verifique nossos Termos de Uso em http://www.valor.com.br/termos-de-uso. Este material não pode ser publicado, reescrito, redistribuído ou transmitido por broadcast sem autorização do Valor Econômico.
Leia mais em:

http://www.valor.com.br/agro/3329188/lucro-e-receita-da-mosaic-tem-forte-queda-no-3#ixzz2jrg6nTNM

Fonte: Valor | Por Carine Ferreira | De São Paulo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *