Lua de mel

A julgar pelo discurso da presidente da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), senadora Kátia Abreu, no anúncio do Plano Safra, governo e ruralistas estão em lua de mel. Sem queixas em relação ao volume de recursos disponibilizado para custeio, investimento e ampliação do seguro rural e satisfeita com o Código Florestal sancionado pela presidente Dilma Rousseff, a CNA adota uma postura conciliatória, mais preocupada com o aumento da produção e da renda do que com política. Entre os pontos negativos do Plano Safra, a falta de uma proposta de solução definitiva para o problema do endividamento agrícola. Entre os aspectos positivos, destaque para o estímulo à produção de alimentos orgânicos e à chamada Agricultura de Baixo Carbono. Medida mais do que acertada: dinheiro público tem de financiar a produção agrícola ambientalmente sustentável.

Fonte: Zero Hora | OLHAR DO CAMPO | Irineu Guarnier Filho

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *