Livro sobre Lei do Agro é lançado na Expointer Digital

Trabalho explica mudanças no sistema de financiamento do agronegócio trazidas com a norma, como a Cédula do Produtor Rural digitalizada

Por Nereida Vergara

  • A legislação surgiu justamente para permitir a renegociação de dívidas dos produtores

A legislação surgiu justamente para permitir a renegociação de dívidas dos produtores | Foto: Guilherme Almeida

A Lei 13.986/2020, também chamada de Lei do Agro, que introduziu mudanças importantes no sistema de financiamento do agronegócio, é de alta complexidade tanto para advogados quanto para produtores rurais e para o próprio sistema financeiro. Para melhorar o entendimento da matéria, os advogados Alexandre Manica, Pablo Mourão e Lucas Vieira escreveram o livro “Lei do Agro – Nova CPR, Patrimônio Rural e Cédula Imobiliária Rural”, lançado hoje em live no site da Expointer Digital 2020.

Participaram do debate mediado pelo especialista em Direito Agrário, Ricardo Alfonsin, os advogados Bernardo Vianna Walhrich e Caroline Boufler, além de Manica e do ex-superintendente do Banco do Brasil no Rio Grande do Sul, Edson Bündchen. Os debatedores salientaram que uma das mais importantes mudanças da lei foi a criação da Cédula do Produtor Rural (CPR) digitalizada, que vai possibilitar o acesso de investidores internacionais ao agro brasileiro. “O livro é fundamental para tornar mais amigável o conteúdo dessa lei tão ampla e tão importante para o produtor rural”, comentou Alfonsin.

Fonte : Correio do Povo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *