Lição de casa

Quase todos os setores da economia atribuem a inimigos externos as causas de suas dificuldades reais ou imaginárias. Não foi o que se viu no 3º Fórum Nacional de Lácteos, cujos debates mediei ontem, em Erechim. Organizado pela Associação dos Médicos Veterinários do Alto Uruguai (Amevau), o encontrou reuniu representantes da indústria, dos produtores e do governo federal, para debater a Competitividade do Setor Lácteo no Estado. Claro que houve queixas sobre as importações de leite, os altos custos, os ganhos leoninos do varejo etc.
Mas o que se destacou foi a postura de um segmento preocupado em melhorar sua performance em produtividade, qualidade e rentabilidade – leia-se: fazer a lição de casa. A produção, a industrialização e o consumo de leite e derivados estão em alta no país. E o setor está mais preocupado em crescer no mercado interno e conquistar o mercado externo do que em chorar pelo leite derramado de problemas que não pode resolver.

Fonte: Zero Hora | OLHAR DO CAMPO | Irineu Guarnier Filho

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *