Linhas de crédito voltadas ao agronegócio têm crescimento expressivo no último ano

Certificado de Recebíveis do Agronegócio registrou crescimento de 110% e Letras de Crédito do Agronegócio, de 20%

  • Roberta Silveira
    Stock.Xchng

Foto: Stock.Xchng / Divulgação

CRA atingiu volume superior a R$ 1,2 bilhão de contratos em aberto em maio

As operações de crédito Certificado de Recebíveis do Agronegócio (CRA) e Letras de Crédito do Agronegócio (LCA), voltadas para o financiamento do setor, tiveram crescimento expressivo nos últimos 12 meses. O desenvolvimento do setor e a isenção de imposto de renda para o investidor foram os motivos para o aumento do volume de operações.
Em maio deste ano, o CRA registrou crescimento de 110% na comparação com maio de 2013, atingindo volume superior a R$ 1,2 bilhão de contratos em aberto. Já a LCA cresceu 20% no período, com um total de R$ 31 bilhões de movimentação financeira.
O diretor adjunto da Febraban, Ademiro Vian, explica que a LCA é emitida por instituições financeiras, bancos de investimentos, bancos de desenvolvimento e cooperativas de crédito, enquanto o CRA é emitido por empresas especialmente instituídas para tal.
Além de serem uma linha de crédito com menos burocracia, o CRA e a LCA são vantajosas também para quem está na outra ponta da operação, já que o investidor não precisa pagar imposto de renda sobre o rendimento do título. A isenção de imposto é válida para pessoa física. A de rentabilidade varia de acordo com a instituição mediadora, mas pode ser maior que a taxa Selic (11% a.a).

Fonte: Ruralbr

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *