LIDERANÇA DIZ APOSTAR NO DIÁLOGO

O presidente da Federação das Organizações Indígenas do RS (Feorgi), Zaqueu Kaingang, disse ontem apostar no diálogo para chegar a um acordo sobre a demarcação de terras no Norte do Estado. Segundo ele, a melhor alternativa seria ‘indenizar os pequenos agricultores e deixar as terras originárias para as comunidades indígenas’. ‘Aqui estão enterrados nossos ancestrais’, justificou Zaqueu, que ao longo do dia de ontem encontrou representantes do Acampamento Kandóia, em Faxinalzinho, e da Reserva Votouro, além de passar por municípios como Erechim, Miraguaí e Passo Fundo. Dados do Censo de 2010 indicam que no RS há 38.718 índios.

Zaqueu Kaingang afirmou ainda que os indígenas reivindicam o equivalente a 0,8% de todo o território do Estado, de 282.062 quilômetros quadrados. Para ele, a morosidade do governo federal nas demarcações e a participação de setores com grandes extensões de terra não contribuem para que se encontrem soluções.

Fonte: Correio do Povo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *