LEVANTAMENTO – USDA mantém projeção para soja e milho no Brasil

Para a Argentina, porém, USDA eleva a estimativa e espera colheita de 59 milhões de toneladas de soja

NOTÍCIAS RELACIONADAS
USDA reduz estoques finais da soja 16/17
USDA reduz área para soja e aumenta para milho em relatório
Em seu relatório mensal de oferta e demanda, o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) elevou suas estimativas de produção de soja e milho na temporada atual 2015/2016 na Argentina e manteve os números para a safra brasileira. No caso do Brasil, o governo norte-americano projeta que a colheita da oleaginosa irá totalizar 100 milhões de toneladas. O número é o mesmo de março, mas representa aumento na comparação com a safra passada, estimada pelo USDA em 97,2 milhões de toneladas. A estimativa de exportação, entretanto, foi elevada para 59,5 milhões de toneladas, de 58 milhões de toneladas na projeção do mês passado.

A safra brasileira de milho foi estimada em 84 milhões de toneladas, com exportação de 28 milhões de toneladas, previsões estáveis na comparação com o mês passado. O USDA, entretanto, ajustou sua projeção de estoque inicial no ciclo 2015/2016, de 7,92 milhões de toneladas na estimativa do mês passado para 7,91 milhões de toneladas no relatório atual.

Quanto à produção da Argentina, o USDA espera colheita de 59 milhões de toneladas de soja, ante 58,5 milhões de toneladas projetadas em março. A estimativa de exportação, entretanto, foi reduzida para 11,4 milhões de toneladas, de 11,8 milhões de toneladas na projeção anterior.

A safra 2015/2016 de milho na Argentina foi projetada em 28 milhões de toneladas, acima das 27 milhões de toneladas previstas no relatório anterior. A estimativa de exportação foi elevada de 17 milhões de toneladas para 19 milhões de toneladas.

Débora Fabrício/Canal Rural

Fonte: Canal Rural

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *