LEITE: Risco de derivados descartado

O Ministério da Agricultura Mapa) considera que não há risco para a saúde no consumo de derivados de leite das marcas envolvidas com o caso da adulteração do leite. No entanto, o superintendente do Mapa/RS, Francisco Signor, reconhece que não existe metodologia de teste para verificar contaminação em derivados. Para ele, contudo, a interrupção dos crimes de adulteração após a Operação Leite Compensado é garantia para o consumo seguro. Signor acredita que a metodologia de controle sanitário é muito boa e afirma que os casos de adulteração foram resultado da má fé. ‘Se todas as normas forem seguidas à risca, o leite do Rio Grande do Sul é nota 10’, descreveu, garantindo que os produtos das prateleiras estão liberados para consumo.

Fonte: Correio do Povo

Compartilhe!