Leite condiciona volta de eventos à cobertura vacinal e confirma Expointer com público

Com um setor inteiro à espera de definição por estar há 16 meses sem atividade devido à pandemia, o governador Eduardo Leite sinalizou, nesta segunda-feira (2), que a liberação de grandes eventos deve ficar mesmo para setembro. Leite também apontou que a Expointer 2021 com público de até 15 mil pessoas por dia está confirmada.

O governador citou condições como a responsabilidade da decisão, frente a controles e números de alívio da crise sanitária, e a cobertura da população adulta com primeira dose da vacina da Covid-19 até o começo do próximo mês. Na tarde desta segunda-feira, o vacinômetro estadual indicava que a cobertura chegou a 73% deste público.

"A expectativa é que, ao longo de agosto, encontremos condições para avançar, mas ainda terá de ser gradual e de forma responsável (a liberação). Espero que toda a população gaúcha esteja atendida com a primeira dose até o começo de setembro, e, com isso, possamos enxergar perspectiva de eventos com maior tranquilidade", ponderou o chefe do Piratini, após ato de estreia de voos regionais da Azul Linhas Aéreas, no Aeroporto Internacional Salgado Filho.

"Talvez, a partir do mês de setembro", projetou, sobre a retomada dos eventos. Leite afastou ainda qualquer chance de retorno de atividades do segmento esta semana. "Houve um erro de leitura e de colocações na semana passada, como se houvesse tratativas de retomada esta semana. Esta semana vamos discutir mais fortemente como faremos isso", esclareceu.

No exame sobre a autorização para shows e até mesmo torcida em estádio, já que houve aprovação para isso na Câmara de Vereadores de Porto Alegre, Leite citou que será considerada a evolução dos números de casos, mortes e demanda hospitalar, que vem apresentando as menores taxas do ano.

Segundo o governador, a cautela da sua equipe se deve ao surgimento e à disseminação pelo mundo, com registros no Estado, da variante delta do novo coronavírus, para evitar que eventual descontrole possa acarretar impactos também na economia, caso tenham de ser reativadas as medidas de restrição à circulação.

Um dos focos de reação negativa do setor de eventos é a liberação para público na Expointer deste ano, enquanto para outras áreas não houve autorização até o momento. A feira no Parque Assis Brasil, em Esteio, organizada pelo governo com entidades do agronegócio, vai de 4 a 12 de setembro. O governador garantiu que também estão sendo levados em conta indicadores sanitários para a edição que reúne o melhor da pecuária gaúcha. Sobre a realização da Expointer, Leite indicou que está confirmada: "Continuamos trabalhando com esta perspectiva." Nos últimos dias, aumentou a tensão entre o governo gaúcho e a prefeitura de Porto Alegre. O município entende que já poderia começar a liberar atividades com público e chegou a ensaiar uma retomada, com apoio dos promotores de eventos, mas o governo do Estado mantém ainda o impedimento.

Fonte: Jornal do Comércio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *