Leilões de estoques de arroz da Conab vendem 64,78% da oferta no Rio Grande do Sul

Ação vida frear a alta dos preços do cereal, cuja cotação no mercado gaúcho na semana passada estava 30,1% superior ao preço mínimo

Nauro Júnior / Agencia RBS

Foto: Nauro Júnior / Agencia RBS

Cotação do cereal estava em R$ 33,56 a saca na semana passada no Rio Grande do Sul

Os dois leilões de arroz dos estoques oficiais depositados no Rio Grande do Sul, realizados nesta terça, dia 6, pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), comercializaram 32.486 mil toneladas, que correspondem a 64,78% do volume ofertado. O governo arrecadou nas duas operações R$ 21,1 milhões.

A oferta de arroz dos estoques do governo federal tem por objetivo frear a alta dos preços do cereal. No mercado gaúcho na semana passada a cotação ficou, em média, em R$ 33,56 a saca, valor 30,1% superior ao preço mínimo de garantia (R$ 25,80 a saca) e 20,2% acima do registrado em igual período do passado (R$ 27,92 a saca).

>> Novo presidente da Federarroz critica congelamento do preço mínimo

No primeiro leilão realizado nesta terça foram ofertadas 43.713 toneladas e vendidas 31.583 toneladas (72,25%), ao preço médio de R$ 32,49 a saca de 50 quilos, valor 2,22% acima do preço médio de abertura (R$ 31,78 a saca). No segundo leilão a oferta foi de 6.434 toneladas, das quais foram comercializadas 902,9 toneladas (14,03%), todas pelo mesmo valor de abertura.

Alguns lotes do primeiro pregão foram negociados com ágio, como 540 toneladas depositadas em Pântano Grande, que saíram por R$ 31,25 a saca, valor 11,1% acima do preço de abertura. Outro lote de 399 toneladas de Cachoeira do Sul foi negociado por R$ 30,80 a saca, valor 9,1% acima do preço de abertura.

Agência Estado

Fonte: Ruralbr

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *