Lavouras de soja dos Estados Unidos pioram e preços sobem mais de 1%

Diferente das outras vezes, condições pioram bastante e todos os contratos depois de setembro ultrapassam a casa dos US$ 9 por bushel

Os contratos da soja em grão registram preços mais altos nas negociações da sessão eletrônica na Bolsa de Mercadorias de Chicago (CBOT). O mercado se recuperou das perdas de ontem e busca suporte no indicativo de piora das lavouras norte-americanas de soja, afirma a consultoria Safras & Mercado. Os números, divulgados ontem pelo Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA), ficaram abaixo das expectativas do mercado.

Segundo a entidade, as condições das lavouras americanas de soja, até dia 5 de agosto, era de 67% estavam entre boas e excelentes condições, 23% em situação regular e 10% em condições entre ruins e muito ruins. Na semana passada, os números eram de 70%, 22% e 8%, respectivamente.

Com isso, os contratos de referência, com vencimento em setembro de 2018, abriram o dia com forte alta, acima de 1%. Após abrir em US$ 8,87 por bushel, rapidamente as cotações atingiram a marca máxima de US$ 8,95 por bushel. Depois disso, passou a operar na casa dos US$ 8,90 por bushel.

Já o contrato com vencimento em novembro de 2018 operava acima da marca dos US$ 9 por bushel e todos os demais contratos futuros também.

Fonte : Canal Rural

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *