Lavouras de algodão têm declarada situação de emergência fitossanitária

Ministério da Agricultura publicou portaria no Diário Oficial em virtude do ataque intensivo da lagarta da maçã, que também atinge lavouras de soja

por Estadão Conteúdo

 Shutterstock

Mapa propôs a aprovação em carater emergencial do registro de novas substâncias para uso restrito no combate à lagarta, que afeta as lavouras

A Secretaria de Defesa Agropecuária do Ministério da Agricultura publicou nesta quarta-feira (6/3) no Diário Oficial da União portaria que declara situação de emergência fitossanitária, em virtude do ataque intensivo da lagarta da maçã (Helicoverpa zea) em lavouras de algodão e soja. Oministro da Agricultura, Mendes Ribeiro Filho, entrou em contato na terça-feira com os ministros do Meio Ambiente,Isabella Teixeira, da Saúde, Alexandre Padilha, para propor a aprovação em caráter emergencial do registro de novas substâncias para uso restrito no combate à lagarta.
A portaria institui o Grupo de Gerenciamento Situacional de Emergência, que será formado por representantes dos departamentos de Sanidade Vegetal e Fiscalização de Insumos Agrícolas do Ministério da Agricultura; Agência Estadual de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab); Fórum Nacional dos Executores de Sanidade Agropecuária(Fonesa); Associação Brasileira dos Produtores de Soja(Aprosoja Brasil); e Associação Brasileira dos Produtores de Algodão (Abrapa). A portaria é assinada pelo secretário de Defesa Agropecuária substituto, Ricardo da Cunha Cavalcanti Junior.

Fonte: Globo Rural

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *