Languiru terá produção própria de orgânicos

A Languiru, com o apoio de parceiros como a Emater/RS-Ascar, desenvolve o Programa de Inclusão Social e Produtiva no Campo, iniciativa que, entre outras ações, estimula a diversidade produtiva nas propriedades rurais e, dessa forma, a sustentabilidade e a sucessão familiar.

Por meio desse programa, produtores rurais têm a oportunidade de associação à cooperativa, acessando os benefícios oferecidos pelo Cartão Azul e Verde. Ao mesmo tempo, também valoriza o cultivo de hortifrutigranjeiros, possibilitando a entrega da produção para comercialização na rede de Supermercados Languiru. “Trata- se de uma alternativa adicional de renda na pequena propriedade.

Somente no último ano, cerca de 40 produtores na região do Vale do Taquari comercializaram mais de R$ 1 milhão em frutas e hortaliças via Supermercados Languiru”, valoriza o presidente Dirceu Bayer.

Em 2019, os produtores rurais participaram de treinamentos e acessaram assistência técnica, especialmente para o processo de adaptação e regularização à rastreabilidade da produção, além da utilização de práticas modernas que permitem que cada fruta e hortaliça produzida pelos associados da Languiru, adquiridas nos supermercados da cooperativa, possa ser rastreada desde a origem, detalhando, inclusive, dados do manejo do plantio à colheita.

Assim como uma parcela dos consumidores dá preferência à compra de produtos que oportunizam rastreabilidade, outro segmento do mercado procura por opções de produtos orgânicos. “A Languiru já disponibiliza esses produtos na seção de hortifrúti de seus supermercados. Mas, atenta às demandas, a cooperativa quer dar um passo adiante e preparar os primeiros associados para produção própria de orgânicos, nesta que será a primeira produção orgânica de hortifrutigranjeiros com a reconhecida qualidade Languiru”, comenta Bayer. A cooperativa está recebendo inscrições de associados interessados no segmento de produção de orgânicos até o próximo dia 15 de maio.

Fonte: Jornal do Comércio