JUSTIÇA DISPENSA RECOLHIMENTO DO FUNRURAL

O Juiz Federal Leandro Paulsen, da 2a Vara Tributária de Porto Alegre, dispensou, nesta quarta-feira (24/03), o produtor Virgílio Biesdorf do recolhimento da Contribuição sobre Comercialização da Produção Rural (FUNRURAL). A decisão deu-se em caráter liminar, acatando os fundamentos da ação, no sentido da inconstitucionalidade da contribuição, exatamente como reconhecido pelo Supremo Tribunal Federal em recente julgamento em favor do Frigorífico Mataboi.

Decisão semelhante também foi adotada esta semana pelo Juiz Substituto da Vara Federal de Santana do Livramento, Fábio Soares Pereira, em caso envolvendo uma pessoa jurídica adquirente da produção rural. Segundo diet pills online os advogados Fábio Canazaro e Ricardo Alfonsin, que se associaram para atuar nas questões relativas ao FUNRURAL  brand cialis for sale e  são os responsáveis por ambos os processos, com a decisão os beneficiados não terão mais a obrigação de terem retidas, descontadas e recolhidas, as contribuições de 2,1% quando da comercialização da produção, devendo, ainda, ao final do processo, ser-lhes restituído toda contribuição que suportaram, a tal título, ao longo dos últimos cinco anos.

Ricardo Alfonsin

ricardo@alfonsin.com.br

RICARDO ALFONSIN ADVOGADOS
Rua Olavo Barreto Viana, 104/204
Porto Alegre/RS
Fone/Fax: (0xx51) 3346-3855
E-mail Geral:
alfonsin@alfonsin.com.br
Site: http://www.alfonsin.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *