JBS retoma operações na Serra

Planta de Trindade do Sul ainda precisará testar todos os funcionários antes de reabrir

Com a Justiça mantendo, no domingo, a recomendação do Ministério Público do Trabalho (MPT) e do Ministério Público Federal (MPF) de afastamento remunerado dos funcionários da JBS em Trindade do Sul por 14 dias, a planta do frigorífico no Norte do Estado deverá ficar inoperante até a última semana de junho. Nesta segunda-feira, por outro lado, a empresa está retomando os trabalhos na unidade de Caxias do Sul, na localidade de Ana Rech, com operações limitadas desde o início de junho.

Para reabrir a unidade localizada na Serra, a JBS acordou, com a Vigilância Sanitária de Caxias do Sul (RS) e com a Secretaria Municipal de Saúde, que realizaria triagem e testes em 100% dos seus colaboradores – o que começou a ser feito na última quinta-feira, dia 11, em parceria com a Universidade de Caxias do Sul (UCS) – e que será acompanhada pelo Centro de Referência Regional em Saúde do Trabalhador (Cerest/Serra), pela Vigilância Sanitária Municipal e pela Secretaria da Saúde. A empresa também realizou a desinfecção total na unidade e nos arredores ao longo do fim de semana para poder reabrir a fábrica.

Em Trindade do Sul, a indústria terá de realizar a testagem para detecção da Covid-19 em todos os funcionários a partir o 10º dia do afastamento, que teve início no sábado, de acordo com o MPT, incluindo empregados e trabalhadores terceirizados do frigorífico pelo período de 14 dias. Todos foram orientandos a permanecerem em isolamento social neste período.

A testagem dos colaboradores deverá ser feita no próximo dia 22.

Em Passo Fundo, também no Norte do Estado, após diferentes processos de paradas e interrupções, totais ou parciais desde o final de março, a planta está em operação.

A planta da JBS em Trindade do Sul é o único frigorífico parado, hoje, no Rio Grande do Sul, de acordo com Priscila Dibi Schvarcz, gerente nacional adjunta do Projeto do MPT de Adequação das Condições de Trabalho nos Frigoríficos.

"Há contaminações confirmadas em 27 plantas em todo o Estado, com 3.889 casos. Isso inclui uma parcial dos testes realizados em Ana Rech, com 95 registros positivos para a Covid-19, de acordo com dados que já nos foram repassados", detalha Priscila.

Em Caxias do Sul, a JBS afirma que afastou todas as pessoas indicadas no sistema de triagem e testes, e opera com os colaboradores aprovados nessa avaliação. A empresa diz, ainda, que, em Passo Fundo, ocorreu o que está sendo feito na unidade de Ana Rech: foi feita triagem na retomada e apenas os que estavam aptos retomaram as atividades, reforçando que o afastamento de grupo de risco e outras medidas foram adotadas em todas as plantas da empresa.

Fonte: Jornal do Comércio

Compartilhe!