JBS, BRF e Aurora entre as maiores de suínos no mundo

As empresas brasileiras JBS, BRF e Aurora Alimentos estão entre as 40 maiores indústrias de carne suína do mundo, aponta um levantamento inédito divulgado ontem pela revista especializada Pig International.

Entre as companhias de origem brasileira, a JBS é a mais bem posicionada, figurando na segunda colocação do ranking, com abates de 28 milhões de cabeças de suínos por ano. Dona da Seara, a JBS tem operações de carne suína nos Estados Unidos, no Brasil e na Austrália.

Maior produtora de carne suína no Brasil, a BRF é a nona maior indústria do segmento no mundo, de acordo com o levantamento da revista Pig International. A empresa abate 9,6 milhões de suínos por ano, e tem operações nessa área no Brasil e na Argentina.

Com atuação apenas em território brasileiro, a central de cooperativas catarinense Aurora está na 17ª posição do ranking da publicação especializada. A Aurora Alimentos abate quase 5 milhões de cabeças de suínos por ano.

De acordo com a Pig International, o chinês WH Group lidera a produção de carne suína no mundo, com abates anuais de 48,3 milhões de animais. Nos Estados Unidos, onde controla a Smithfield Foods, o grupo chinês tem capacidade para abater 31 milhões de suínos. Na China, o WH Group é dono da Shuanghui, que tem capacidade para abater 22,5 milhões de suínos por ano.

No ranking dos 40 maiores do segmento de carne suína no mundo, também se destacam empresas da Alemanha e Dinamarca. Na terceira posição entre as principais indústrias, está a dinamarquesa Danish Crown, com capacidade para abater 22 milhões de cabeças. A empresa tem frigoríficos na Dinamarca, além de operações no Reino Unido, Suécia e Polônia.

Quarta maior indústria de carne suína do mundo, a alemã Tönnies abate 17,5 milhões de animais por ano, segundo a Pig International. A companhia tem unidades na própria Alemanha, na Holanda, no Reino Unido e também na Rússia.

País que lidera a produção e o consumo de carne suína no mundo, a China é o país com mais empresas no ranking. Dentre as 40 maiores, oito companhias são de origem chinesa e sete de origem alemã. Brasil, Canadá, Estados Unidos, Espanha, Rússia têm, cada um, três companhias no ranking da Pig International.

Por Luiz Henrique Mendes | De São Paulo

Fonte : Valor

Compartilhe!