JBS Aves dá largada a alojamentos no RS

Até o próximo dia 19, 850 mil pintos serão distribuídos em 90 municípios

 Ato político marcou retomada dos alojamentos de aves no Estado<br /><b>Crédito: </b>  CAROLINE BICOCCHI / DIVULGAÇÃO / CP

Ato político marcou retomada dos alojamentos de aves no Estado
Crédito: CAROLINE BICOCCHI / DIVULGAÇÃO / CP

Um ato simbólico no Palácio Piratini, em Porto Alegre, marcou a retomada do alojamento, ontem, de 850 mil aves em 22 municípios pelos ex-integrados da Doux Frangosul. A JBS Aves Brasil, que neste mês assumiu o controle das operações da multinacional francesa no país, também irá pagar hoje a primeira de três parcelas de R$ 12 milhões da dívida com os 1,5 mil produtores, há oito meses sem receber pelos lotes. Na plateia, o avicultor Jair Lunkes, de Tupandi, estava aliviado. Ele tem R$ 136 mil em haver e, desde agosto, a família se mantém comprando fiado. "Os integrados foram a chave da solução. Eles são o maior patrimônio da empresa", afirmou o governador Tarso Genro. E não descartou possibilidade de apoio público, caso novos investimentos se concretizem. Sem revelar prazos ou valores, o presidente global da JBS, Wesley Batista, garantiu que a meta é expandir os negócios nas áreas de aves, suínos e couros. As operações nos frigoríficos em Montenegro e Passo Fundo devem ser reativadas em 40 dias.
Até o próximo dia 19, a previsão é de que a distribuição de aves seja concluída em 90 municípios. Junto com os lotes de aves, os produtores também receberão a ração. O objetivo é chegar à produção de 1,1 milhão de aves alojadas, a capacidade máxima. O assessor de Política Agrícola da Fetag, Airton Hochscheid, disse que a estratégia é priorizar a entrega em núcleos de produtores próximos às unidades de Passo Fundo e de Montenegro. Apesar do cronograma, ontem o Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Passo Fundo e Montenegro não tinham confirmação das remessas. Em Passo Fundo, os produtores Teolides Maria Sonza e William Pilatti foram avisados por técnicos da empresa que devem receber as aves até o dia 23.

Fonte: Correio do Povo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *