INVERNO – Mesmo com quebra, canola consolida ano de expansão

J Oleaginosa teve oferta ampliada neste ano. | Jonathan Campos/Gazeta do Povo

Oleaginosa teve oferta ampliada neste ano.

R$ 1 mil por hectare

é o lucro médio obtida com a canola no Paraná, conforme o setor privado. Com venda média de R$ 70 por saca, oleaginosa rende bonificação ante as cotações da soja. Cultivo também otimiza uso de recursos do solo, apontam os técnicos.

Mesmo registrando quebra climática na reta final da colheita, a canola consolida um ano de aumento na oferta no Brasil. Conforme estimativa da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), foram produzidas 61,4 mil toneladas da oleaginosa no Brasil, um aumento de 69,1%, mesmo com uma área 4,3% menor. O rendimento médio nacional por hectare praticamente dobrou, saltando de 812 quilos por hectare em 2014 para 1.544 kg/ha nesta safra.

O principal problema ocorreu no Rio Grande do Sul, que detém 69% da oferta nacional. Intempéries como o excesso de chuva, o vento e o granizo afetaram o desempenho das lavouras. No Paraná a Secretaria Estadual da Agricultura e do Abastecimento (Seab) indica ligeira queda (2%) no desempenho dos campos, para 1,4 mil kg/ha, porém com uma oferta 45% maior, para 11 mil toneladas. Em algumas regiões foram atingidos picos de 2,5 mil kg/ha para o produto. Na região de Guarapuava e Candói a média ficou em 1,7 mil kg/ha, mesmo após intempéries semelhantes às dos campos gaúchos. O Paraná responde por 23% da oferta nacional.

fonte : Gazeta do Povo