INFORME RURAL | GISELE LOEBLEIN

 

  • Paixão que atrai resultados recordes

    Quem circula pelas pistas da final do Freio de Ouro vê claramente que a competição é movida pela paixão. Os vencedores da prova não levam prêmio em dinheiro.
    Mas o prestígio alcançado pelas cabanhas com a conquista do título valoriza os ascendentes e a progênie. E rende futuros grandes negócios.
    – Há um efeito cascata de valorização – reforça o presidente da Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos (ABCCC), Mauro Ferreira, sobre o papel do Freio de Ouro.
    Prova disso são os resultados dos remates de cavalos crioulos na Expointer, que crescem ano a ano. Só com os primeiros quatro leilões realizados até sábado – Cabanha do Barulho, BT A Marca da Função, Santo Izidro/ Ouro Fino e Santa Angélica –, a raça já movimenta R$ 5,78 milhões, superando os R$ 3,71 milhões alcançados com os mesmos quatro eventos no ano passado. Em toda a Expointer, na edição de 2012, o faturamento foi de R$ 9,4 milhões em sete remates. Com outros quatro previstos até o fim da feira, a raça deve fechar os negócios com a consolidação do crescimento projetado em mais de 20%, somando R$ 12 milhões em negócios.
    – Essa alta não é diferente do avanço da raça, que gira entre 15% e 20% ao ano – diz Ferreira.
    Ontem à noite, a primeira parcial nas pistas da Carapuça e da Reconquista já rendia R$ 825 mil. Na Expointer, 70% do volume de vendas de animais costuma vir dos cavalos crioulos.

  • Expointer de estrelas

    O Parque de Exposições Assis Brasil tem servido de palco também para grandes estrelas. Depois da passagem, durante a semana, do cantor Fabiano, da dupla César Menotti & Fabiano, no final de semana foi a vez do ator Tarcísio Meira circular por Esteio. Garoto-propaganda da New Holland, o ator é produtor rural há cerca de 30 anos. Tem propriedades em São Paulo, onde cria gado de corte e leite, e no Pará, onde cultiva milho, soja, aveia, trigo e feijão. Pela segunda vez na feira, Tarcísio só reclamou da chuva, que atrapalhou a visita, mas elogiou a estrutura do local:
    – É uma área com tudo bem distribuído, organizado.
    E tem mais celebridade pronta para desembarcar. Na sexta-feira, o craque Pelé e o também global Murilo Benício irão brilhar em evento realizado pela Federação da Agricultura do Estado (Farsul) e pela Confederação da Pecuária e Agricultura do Brasil (CNA).

  • Arroz + soja = rentabilidade

    O cenário da próxima safra de grãos já começa a ser desenhado na Expointer. O Instituto Rio Grandense do Arroz apresentou ontem, durante a feira, as projeção para o ciclo 2013/2014. A área cultivada com o grão deve chegar a 1,1 milhão de hectares. O acréscimo pequeno, de 2% em relação à ultima safra, atende à orientação da entidade, para que se possa manter o equilíbrio na oferta, que tem garantido bons preços ao produtor.
    Outro ingrediente importante desta equação é o cultivo de soja na área de várzea, que será 9% maior, chegando a 296,44 mil hectares.
    – Essa rotação de culturas veio para ficar – diz o presidente do Irga, Claudio Pereira.
    Tanto que, na quarta-feira, a entidade lança em Esteio a primeira variedade de soja para terreno plano em áreas de arroz. O Irga também já trabalha com pesquisas de milho para várzea. O secretário-adjunto da Agricultura, Claudio Fioreze, aposta que, a longo prazo, a área cultivada com soja e milho nestes locais pode chegar a um milhão de hectares.

  • Sinal amarelo do tempo

    A previsão do meteorologista do Irga, Glauco Freitas, é de chuva abaixo da média no verão, com probabilidade de estiagem em janeiro e fevereiro.
    A condição acende o alerta amarelo para culturas como o milho e a soja e reforça a necessidade de investimentos em irrigação.

  • Sem congestionamentos

    Com o tempo chuvoso no fim de semana, o trânsito fluiu tranquilamente na BR-116, no acesso ao parque Assis Brasil, em Esteio. Conforme a Polícia Rodoviária Federal (PRF), não houve congestionamentos.

Multimídia

MERCADO AGROPECUÁRIO

Fonte: Zero Hora

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *