INFORME RURAL | GISELE LOEBLEIN

 

  • É tempo de a inovação entrar em campo

    Diante de um cenário mundial em que a necessidade da produção de alimentos é cada vez maior, não há mais espaço para o amadorismo. A grande revolução que precisa ser feita é a da profissionalização do agricultor. A atividade no campo hoje requer planejamento, tecnologia e, sobretudo, inovação.
    – Aqueles que buscam a inovação têm produtividade em dobro em relação aos vizinhos – garante Daltro Benvenuti, presidente da Cooperativa dos Agricultores de Plantio Direto (Cooplantio).
    Não por acaso, o tema Inovação no Agronegócio para Produzir Mais e Melhor guiará, a partir de hoje, as discussões do 28º Seminário Cooplantio, realizado em Gramado, na serra gaúcha.
    Ações inovadoras, como o melhoramento de sementes ou o aumento da palha no inverno para proteger a umidade do grão fazem a diferença no resultado da lavoura. E ter boas colheitas é fundamental para que o produtor possa aproveitar o bom momento projetado para este ano. Marcelo Portugal, professor da Faculdade de Ciências Econômicas da UFRGS e um dos palestrantes do seminário, ressalta que, em 2013, a atividade no campo será lucrativa, resultado de uma combinação de safra recorde com preços das commodities em bom patamar.
    Para o consumidor, que viu nos alimentos o vilão da inflação no segundo semestre do ano passado, também há boas notícias. O economista avalia que neste ano deve ocorrer o inverso, com menos impacto nos preços a partir da entrada das safras brasileira, argentina e americana.

  • Com Barbie, Lindor vai ao pódio de Londrina

    A poeira levantada por Barbie da Roraima na estreia das classificatórias do Freio de Ouro 2013 na cidade de Londrina (PR) teve um sabor especial para Lindor Collares Luiz. Ginete tricampeão no Freio de Ouro, Lindor levou ao pódio a égua da Fazenda Roraima, de Ventania (PR), apesar de estar treinando o animal apenas desde o final do ano passado.
    Apesar do pouco tempo de treino, as habilidades da égua e do ginete se destacaram, em prova considerada pelo jurado Marcelo Coelho acima da média em termos funcionais. Entre os machos, o primeiro lugar foi de Desafio de Santa Edwiges, da Cabanha Itaó, de Santiago (RS), com o ginete Claudio Fagundes.

  • O Brasil armazena só 5% da produção agrícola nas fazendas, enquanto em países como França, Argentina e Estados Unidos esse índice fica entre 30% e 60%, de acordo com dados divulgados pelo ministro da Agricultura, Antônio Andrade, durante o Bahia Farm Show.

  • Mais 83 itens monitorados

    A ampliação de 207 para 290 resíduos monitorados pelo Ministério da Agricultura, dentro do Plano Nacional de Controle de Resíduos Biológicos em Produtos de Origem Animal beneficia exportadores e consumidores, de acordo com Luiz Alberto Pitta Pinheiro, assessor da Farsul. Houve a inclusão de novas substâncias em quase todas as matrizes, como nos bovinos. Já mudanças relacionados ao leite o ministério garante não terem relação com as fraudes recentes.
    Colaborou Thiago Copetti

Fonte: Zero Hora

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *