INFORME RURAL | GISELE LOEBLEIN

 

  • Para alcançar o tamanho que merece

    Tida como uma das mais importantes feiras do calendário estadual, a Expoleite-Fenasul teve de lutar, do início ao fim, para sobreviver a este ano.
    A primeira dificuldade ocorreu com o patrocínio. A organização contava com um valor que não veio e, aos 40 minutos do segundo tempo, como observou o presidente da Associação dos Criadores de Gado Holandês do Estado (Gadolando), Marcos Tang, na cerimônia de lançamento, viu-se às voltas com a incerteza sobre a viabilidade financeira. Esforços somados, com a “caixinha” feita por Banrisul, cooperativas, Secretaria da Agricultura e Badesul, foi possível chegar aos mesmos R$ 150 mil de 2012.
    Por mais que os produtores tenham feito sua parte, levando para a exposição aquilo que têm de melhor – os exemplares expoentes dos rebanhos leiteiro e de corte –, o escândalo da fraude no leite detectada pelo Ministério Público ofuscou os resultados em pista.
    Era sobre isso que todos queriam saber. Não por acaso, a cerimônia de abertura foi o momento escolhido pelo governo estadual para anunciar medidas para o setor. Por fim, o faturamento 17,6% inferior ao ano passado refletiu algumas ausências, como a dos ovinos – no ano passado, o leilão da raça texel alcançou R$ 93,6 mil.
    Para 2013, a intenção é de que a indústria de equipamentos – como ordenhadeiras e resfriadores – possa entrar com força nos negócios da Fenasul. Talvez com a oferta de bancos de uma linha de crédito especial ou desconto atrativo para comprar na feira, como sugeriu Marcos Tang.
    – O profissionalismo exige antecipação e garantia – dizia Tang no lançamento.
    Está coberto de razão o presidente da Gadolando: um evento como esse não deve nascer de um parto às pressas.

  • Tudo em casa na disputa

    Os resultados da classificatória de Rio Grande ao Freio de Ouro tiveram um gostinho especial para a torcida. O ginete José Fonseca Macedo (na foto acima), que é rio-grandino, garantiu o primeiro lugar entre as fêmeas, montando a égua Escolta do Capão Grande. Entre os machos, a vitória ficou com Brazão do Roraima, montado pelo ginete Lindor Collares Luiz.
    – O medo de decepcionar é grande. Por isso, conseguir retribuir com um resultado desses é gratificante – avaliou Macedo.
    Outros seis animais garantiram vaga para a grande final do Freio. O circuito da competição, organizada pela Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos, segue agora para Montevidéu: na capital uruguaia, a classificatória será de 23 a 26.

  • PLANO SAFRA – Armazenagem e extensão na mira

    O Plano Safra deste ano trará novidades. Uma delas é a armazenagem, que ganhará linha de financiamento específica. Outra fica por conta da criação da Agência Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural. A previsão do Ministério do Desenvolvimento Agrário é investir R$ 788 milhões em assistência técnica e extensão rural até a safra de 2014.

  • Negócios somam R$ 844,81 mil

    A 36ª Expoleite e 9ª Fenasul chegaram ao fim com R$ 844,81 mil em negócios. O resultado ficou abaixo do ano passado, de R$ 1,025 milhão, com a ausência de ovinos e menos leilões. O destaque foi para a Feira de Terneiros, Terneiras e Vaquilhonas, que somou R$ 699,63 mil. O gado holandês teve o segundo maior volume de vendas, com R$ 130,7 mil. Completam o total R$ 11,25 mil de angus rústicos e R$ 1,68 mil de aves.

  •  

Fonte: Zero Hora

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *