INFORME RURAL | CAMPO E LAVOURA

 

  • Público recorde já no segundo dia

    Quem viu as avenidas do parque da Expodireto Cotrijal, em Não-Me-Toque, tomadas por visitantes ontem pode constatar que o otimismo dos organizadores da feira não é gratuito.
    O público do segundo dia foi recorde: 50,9 mil pessoas. Na terça-feira do ano passado, o número de visitantes sequer chegou a 40 mil. Em dois dias de feira, são quase 72 mil visitantes, ante 58,5 mil no mesmo período de 2012.
    Pela primeira vez em 13 anos de feira, o estacionamento em frente ao parque ficou lotado. A expectativa positiva deverá ser confirmada até sexta-feira, com os números de negócios fechados.
    Embora nenhuma prévia de vendas tenha sido divulgada até agora, o entusiasmo é grande entre os expositores de máquinas, equipamentos e instituições financeiras que liberam crédito para as compras.

  • Supersafra: tem como exportar?

    A safra recorde de soja no país, a se confirmar o volume de 83,4 milhões de toneladas, deverá ser seguida do aumento de 4% da área plantada no próximo ano. A previsão é do analista de mercado da Agroconsult André Pessoa, um dos palestrantes do 24º Fórum Nacional da Soja, realizado ontem na Expodireto Cotrijal.
    A projeção, aliada ao aumento de produção, fará da logística o principal gargalo do agronegócio brasileiro em 2014, conforme o especialista. Hoje, a espera média para que um navio deixe os portos do país é de 10 a 40 dias.
    – Os estrangeiros não querem mais saber quanto vamos produzir, mas quanto vamos conseguir exportar – disse Pessoa.

  • A volta do abate em frigorífico

    Após três anos fechado, o Frigorífico Selbach reabriu as portas ontem. Houve adaptação ao sistema de inspeção estadual. Com capacidade inicial de abater 70 bovinos por dia, o estabelecimento pretende chegar a 150 cabeças diárias em seis meses. A meta dos proprietários é ampliar os atuais 40 funcionários para cem empregados, quando estiver com a capacidade plena. A reabertura do frigorífico foi acompanhada pelo secretário de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Neri Geller, e pelo secretário estadual da Agricultura, Luiz Fernando Mainardi.

  • Negócios lá fora

    Com o tema Oportunidades para a produção gaúcha em novos mercados, a primeira edição do Campo em Debate ocorre hoje, das 10h às 12h, no Pavilhão Internacional da Expodireto, em Não-Me-Toque. O evento integra a nova plataforma desenvolvida por Zero Hora para a cobertura do agronegócio. Três debatedores irão apresentar dados que mostram a importância para a produção gaúcha da consolidação de parcerias no mercado internacional.
    O convidados são o economista da Farsul Antonio da Luz, a coordenadora do núcleo de agronegócios da ESPM, Maria Flávia Figueiredo Tavares, e o coordenador do pavilhão internacional da Expodireto, Evaldo Júnior. A mediação será da editora do Campo e Lavoura de ZH, Gisele Loeblein.

  • Couro brasileiro embeleza bolsa

    Couro produzido de forma sustentável no Brasil serviu de matér

Fonte: Zero Hora

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *